Em Fortaleza, Dedé promete quebra do jejum de oito jogos sem vitória do Cruzeiro

Sem vencer há oito jogos, a equipe precisa vencer os donos da casa nesta nona rodada

Publicado em .

Sem vencer há oito jogos, a equipe precisa vencer os donos da casa nesta nona rodada

Belo Horizonte, MG, 11 - O Cruzeiro tem a última chance, nesta quarta-feira, às 21 horas, diante do Fortaleza, no Castelão, na capital cearense, de quebrar o jejum de vitórias, hoje em oito jogos, antes da parada do Campeonato Brasileiro por causa da Copa América.

O zagueiro Dedé confia que o jejum vai chegar ao fim, pois o time tem exibido evolução nos seus compromissos recentes, como nos empates com São Paulo, Corinthians e Fluminense.

"Acho que nossa confiança deu uma melhorada, nossa autoestima deu uma subida. Os últimos jogos, apesar dos empates, foram muito bons. Contra o São Paulo mostramos um jogo diferente, em que poderíamos ter saído com a vitória.

Contra o Corinthians, o próprio goleiro deles foi o destaque do jogo. Contra o Fluminense, um torneio diferente, ainda mais que tomamos um gol antes, foi um jogo mais exposto", afirmou o atleta, em entrevista coletiva, nesta terça-feira.

Zagueiro acredito na recuperação do Cruzeiro diante do Fortaleza. (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Zagueiro acredito na recuperação do Cruzeiro diante do Fortaleza. (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)

ÚLTIMA VITÓRIA
A última vitória cruzeirense no Brasileiro foi em 5 de maio, contra o Goiás, pela terceira rodada. Depois o time empatou com São Paulo e Corinthians, antes de perder para Internacional, Fluminense e Chapecoense. O time ainda soma uma derrota na Libertadores (2 a 1 para o Emelec) e dois empates frente ao Fluminense, pela Copa do Brasil.

Outro jejum que incomoda é o de o time ainda não ter vencido como visitante no Brasileirão. "No Brasileiro, estamos há muito tempo sem vencer fora de casa. Então, esse jogo será muito importante para depois termos a parada da Copa América, trabalharmos mais tranquilos, e voltarmos bem melhores do que foi nesse período de maio e começo de junho", disse o camisa 26.

ELOGIOS AO ADVERSÁRIO
Apesar da expectativa de vitória, Dedé enumerou elogios ao time do técnico Rogério Ceni e pregou respeito.

"Vamos entrar com muita confiança, mas também sabendo das dificuldades. Vai ser jogo grande para gente, muito importante. O fator casa para o Fortaleza, sabemos que independentemente da situação, o torcedor sempre empurra o time. Teremos que lidar com isso, jogar com essa pressão, mas nosso time é um time maduro e vai saber jogar contra isso."

Apesar da falta de vitórias, o Cruzeiro é o 14º colocado do Brasileirão, com oito pontos, em oito jogos. São duas vitórias, dois empates e quatro derrotas.