Corinthians tenta chegar ao quinto jogo seguido sem sofrer gols no Brasileirão

A partir do duelo contra a equipe carioca ninguém mais marcou gols no Corinthians no torneio por pontos corridos

Publicado em .

O setor defensivo do Corinthians vive ótimo momento. O time não sofre gols no Campeonato Brasileiro há quatro jogos

São Paulo, SP, 11 - O setor defensivo do Corinthians vive ótimo momento. O time não sofre gols no Campeonato Brasileiro há quatro jogos. E nas sete partidas que disputou na competição, só foi vazado em duas delas, na estreia contra o Bahia, quando perdeu por 3 a 2, e na terceira rodada contra o Vasco, no empate por 1 a 1.

A partir do duelo contra a equipe carioca ninguém mais marcou gols no Corinthians no torneio por pontos corridos. Na rodada seguinte, os comandados do técnico Fábio Carille empataram sem gols contra o Grêmio. Depois o time bateu o Athletico-PR por 2 a 0, derrotou o São Paulo por 1 a 0 e, na última rodada, ficou no 0 a 0 contra o Cruzeiro.

O detalhe é que a boa fase da defesa não é só dos titulares. Na partida contra o time mineiro, o setor defensivo contou com três reservas. Walter, Michel Macedo e Marllon começaram a partida. O lateral-direito ainda se machucou e Carille teve de improvisar o zagueiro uruguaio Bruno Méndez no setor.

Corinthians tenta chegar ao quinto jogo seguido sem sofrer gols no Brasileirão
Corinthians tenta chegar ao quinto jogo seguido sem sofrer gols no Brasileirão
O Corinthians volta a campo nesta quarta-feira, quando visitará o Santos, no estádio da Vila Belmiro, pela nona rodada do Brasileirão, a última antes da pausa para a Copa América. Vale lembrar que o time alvinegro teve o jogo contra o Goiás adiado.

Para essa partida, Carille contará com o retorno de Manoel, que não jogou no sábado pois tem os direitos econômicos pertencem ao Cruzeiro. A dúvida está em quem entrará na lateral direita. Bruno Méndez e Gabriel são os candidatos.

O Corinthians fará treino fechado para os jornalistas nesta terça-feira. A tendência é que o time entre em campo no clássico com: Walter; Bruno Méndez (Gabriel), Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Junior Urso e Sornoza; Jadson, Gustavo (Vagner Love) e Clayson.