Ainda sem Luxemburgo, Vasco volta a enfrentar o Santos para reagir no Brasileirão

O treinador ainda não assumiu o comando do time cruzmaltino, mas vai acompanhar a partida no Pacaembu

Publicado em .

O treinador ainda não assumiu o comando do time cruzmaltino, mas vai acompanhar a partida no Pacaembu

Rio de Janeiro, RJ, 12 (AFI) - Ainda sem o técnico Vanderlei Luxemburgo, que só vai iniciar os treinos na próxima segunda-feira, o Vasco volta a enfrentar o Santos neste domingo, às 16 horas, no Pacaembu, com um objetivo fixo: vencer a primeira partida no Campeonato Brasileiro para reagir no torneio nacional.

O time cruzmaltino foi goleado na estreia pelo Athletico-PR por 4 a 1, o que causou a demissão de Alberto Valentim, perdeu em casa para o Atlético-MG no jogo seguinte por 2 a 1 e conquistou seu primeiro ponto na competição ao empatar com o Corinthians em 1 a 1 no último duelo.

O início ruim deixou o Vasco na lanterna da competição, com os piores números entre os 20 times na tabela. Logo, a necessidade de reagir e dar uma resposta é mais do que urgente no terceiro confronto com o Santos em menos de um mês.

Os times duelaram recentemente pela Copa do Brasil, com o Santos avançando às oitavas de final com uma vitória por 2 a 0 na Vila Belmiro, em 17 de abril, e uma derrota por 2 a 1, em São Januário, no dia 24. Agora, então, as equipes voltam a se encarar por uma competição diferente e em um terceiro estádio.

"Tivemos uma sequência de partidas contra o Santos, e será mais um grande jogo. Vamos fazer uma análise das nossas atuações, identificar o que fizemos de certo e errado, para conseguirmos fazer uma grande partida", declarou o goleiro Sidão, titular da meta vascaína enquanto Fernando Miguel se recupera de lesão.

Diante da indisponibilidade de Luxemburgo, que participou do lançamento de sua cachaça na última sexta-feira e só começará a treinar a equipe na segunda, o interino Marcos Valadares estará à beira do gramado neste domingo. O treinador quer deixar uma boa impressão e levar o time cruzmaltino à primeira vitória no torneio antes de deixar o comando técnico.

"Tivemos pouco tempo para trabalhar a equipe, mas conseguimos progredir em algumas coisas. Acredito que futuramente, com mais tempo e num momento mais tranquilo, posso construir algo ainda melhor no time", afirmou o interino.

Há grande chances de a escalação da última partida contra o Corinthians ser repetida contra o Santos. Rossi e Marrony, fora de alguns treinos na semana, participaram das últimas atividades e estão aptos para jogar. Quem é desfalque é o zagueiro Leandro Castán, que assim como o goleiro Fernando Miguel, se recupera de lesão e segue fora