Ponte Preta x Goiás - Se o jejum não terminar, Macaca entra no Z4!

Os dois times estão separados por apenas três pontos na tabela de classificação

Publicado em .

Os dois times estão separados por apenas três pontos na tabela de classificação

Campinas, SP, 05 (AFI) - A Ponte Preta precisa encerrar o jejum de não vencer como mandante se não quiser entrar na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B nesta terça-feira. Em um confronto direto contra a degola, a Macaca recebe o Goiás, às 21h30, no Estádio Moisés Lucarelli, pela nona rodada.

Ainda sem ganhar como mandante - três derrotas e um empate -, a Ponte Preta também amarga um jejum de cinco partidas sem vitória na temporada. Os números ruins que resultaram na queda de Doriva colocam a Macaca na 16ª colocação, com oito pontos. Já o Goiás vem animado depois de ganhar a primeira - 3 a 1 sobre o rival Atlétic-GO - e tem três pontos a menos, na 18ª posição.

Essa será quinta das seis partidas que a Ponte Preta precisa realizar com os portões fechados devido a punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela invasão de alguns torcedores durante o jogo contra o Vitória, na penúltima rodada do Brasileirão do ano passado. O jogo decretou a queda da Macaca para a Série B.

A partida será transmitida ao vivo pela Rádio Futebol Interior com narração de Antonio Vilson, comentários de Claudinei Corsi, reportagens de Wendell Coral e Marcelo Corsato no placar ao vivo. O 1º tempo poderá ser acompanhado pela radionovidadeweb.com.br, enquanto o 2º tempo pela radiofi.com.br.

A Ponte Preta ainda não ganhou nenhum jogo atuando como mandante nesta Série B (Foto: Fábio Leoni/Ponte Press)
A Ponte Preta ainda não ganhou nenhum jogo atuando como mandante nesta Série B (Foto: Fábio Leoni/Ponte Press)

PÉ QUENTE DE VOLTA
Titular da lateral esquerda e um dos principais jogadores na vitória da Ponte Preta sobre o Guarani, por 3 a 2, no Brinco de Ouro da Princesa, Orinho volta a ficar à disposição do técnico interino João Brigatti depois de cinco partidas ausente. Coincidência ou não, a Macaca não venceu desde a lesão do jogador.

Orinho sentiu uma lesão muscular nos minutos finais do dérbi campineiro e ficou um mês afastado dos gramados, desfalcando a Ponte contra Flamengo, Vila Nova, Atlético-GO, Sampaio Corrêa e Oeste. Nesta segunda-feira, no Centro de Treinamento do Jardim Eulina, o lateral treinou normalmente e tem retorno garantido.

"Vinha trabalhando forte para voltar o mais rápido possível. Para mim é uma satisfação imensa estar à disposição do treinador. A gente sabe da situação do clube, mas estamos fazendo de tudo para reverter. É um momento difícil, mas não podemos baixar a cabeça. Não tem nada perdido. Vamos reverter essa situação e conseguir a primeira vitória em casa", afirmou Orinho.

Com o retorno de Orinho, Danilo Barcelos volta a atuar mais adiantado no lugar de Roberto ou Felipe Saraiva. O experiente zagueiro Renan Fonseca volta após cumprir suspensão automática, mas ainda não tem retorno garantido. Já os atacantes André Luis e Felippe Cardoso continuam vetados pelo departamento médico.

MISTÉRIO NO VERDÃO

O técnico Ney Franco já definiu qual será a escalação inicial do Goiás, mas apostou no mistério e fechou o treinamento desta segunda-feira. A única certeza é que terá mudanças. O goleiro Marcelo Rangel sequer foi relacionado após passar mal ainda no primeiro tempo do jogo contra o Atlético. Marcos está confirmado.

Já o zagueiro David Duarte e o lateral-direito Alex Silva receberam o terceiro cartão amarelo e cumprem suspensão automática. O lateral Caíque Sá, o zagueiro Raphael Silva, o meia Rafinha e o atacante Júnior Viçosa continuam vetados pelo departamento médico. A novidade é que o recém-contratado Victor Ramos está regularizado e foi relacionado.

"A gente espera entrarmos de vez na Série B. Precisamos dar uma arrancada, ter uma sequência de jogos somando pontos e na terça-feira já temos pela frente mais um adversário difícil que é a Ponte Preta", destacou Ney Franco.