Fluminense 0 x 2 Atlético-MG – Galo surpreende e coloca Raposa no Z4

O Atlético-MG marcou os dois gols no primeiro tempo e calou o Engenhão

Publicado em .

Rio de Janeiro, RJ, 22 (AFI) - O Atlético-MG deu um show de competência no Estádio do Engenhão e brecou a ascensão do Fluminense, vencendo por 2 a 0, na abertura da 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Daniel Carvalho e André, ambos no primeiro tempo, marcaram para os atleticanos, empurrando o rival Cruzeiro para a zona de rebaixamento.

O resultado não foi muito bem aceito pela torcida tricolor, que vaiou o time após o apito final. Com 50 pontos, o Flu se encontra na quinta colocação, perdendo a chance de encostar nos líderes. Por outro lado, o Galo chegou aos 33 e subiu para o 15º lugar, deixando a degola e empurrando o Cruzeiro para os quatro últimos colocados.

Galo dá show de competência
Enquanto muitos torcedores ainda chegavam ao Engenhão, Bernard foi derrubado por Mariano dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Daniel Carvalho bateu com categoria no canto esquerdo e abriu o placar para o Atlético-MG logo aos nove minutos. Na sequência, o Fluminense quase empatou com Lanzini, mas Renan Ribeiro fez segura defesa.

Atrás do marcador, o Tricolor das Laranjeiras passou a ter maior posse de bola e chegar mais na frente. Aos 22 minutos, Rafael Sóbis recebeu na entrada da área e bateu com força, mas a bola explodiu em Mancini e foi para fora. O atacante quase marcou na sequência, quando chutou colocado e a bola passou raspando a trave do gol defendido por Renan Ribeiro.

Após ter "achado" o gol logo no começo, o Atlético-MG recuou bastante e deixou que o Fluminense tomasse conta da partida, tanto que fez uma blitz nos minutos finais. Aos 42, Rodrigo aproveitou sobra e bateu para fora. Na sequência, Lanzini deu grande assistência para Rafael Sóbis, mas o atacante acabou não conseguindo fazer o domínio e perdeu boa oportunidade.

Como diz o velho ditado: "quem não faz, toma". E foi justamente isso que aconteceu no último lance do primeiro tempo. Aos 45 minutos, André aproveitou cruzamento de Daniel Carvalho e tocou de cabeça no canto de Diego Cavalieri, que nada pôde fazer. Na saída do intervalo, os jogadores do Flu foram bastante vaiados pelos torcedores.

Tricolor não consegue se recuperar
Quando todos esperavam um Fluminense melhor no segundo tempo, o que se viu foi o Atlético-MG partindo para cima desde os primeiros minutos. Aos 11, André soltou a bomba na entrada da área e Diego Cavalieri quase aceitou, mas ficou com o rebote. O Tricolor tinha maior posse de bola, mas não conseguia furar o bloqueio atleticano e pouco assustava Renan Ribeiro.

Aos 21, Richarlyson aproveitou cruzamento e cabeceou nas mãos de Diego Cavalieri. O Flu abusava das bolas cruzadas para a área, mas sem nenhum sucesso. Era nítida a falta de um reserva para o artilheiro Fred, que ficou de fora cumprindo suspensão. Mostrando bastante nervosismo, o time carioca não conseguia acertar mais de dois passes seguidos.

E a torcida quase viu o Atlético-MG marcar o terceiro. Richarlyson bateu com uma curva impressionante e a bola explodiu na trave, indo para fora na sequência. Aos 38 minutos, Leandro Euzébio fez falta em Filipe Souto e recebeu o segundo amarelo, indo para o vestiário mais cedo. Aos 40, Rafael Sóbis bateu com força e Renan Ribeiro fez grande defesa.

Próximos jogos
O Fluminense volta a campo no próximo sábado, quando enfrenta o Ceará, às 18 horas, no Estádio Presidente Vargas, pela 32ª rodada do Brasileirão. Enquanto isso, o Atlético-MG recebe o Palmeiras no domingo, no mesmo horário, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.