Italiano: Craque italiano depõe e diz que Juventus mereceu títulos

Caso sobre a munipulação de resultados ainda é muito discutido no país

Publicado em .

Campinas, SP, 19 (AFI) - Alessandro Del Piero depôs nesta terça-feira no julgamento sobre a manipulação de resultados no futebol italiano e defendeu que a Juventus conquistou merecidamente os dois títulos do Campeonato Italiano que lhe foram retirados. "Qualquer que seja o time ganhou o título merecido, Juve ou qualquer outro", afirmou.

A Juventus teve os títulos italianos das temporadas 2004/2005 e 2005/2006 cassados por um tribunal esportivo há quatro anos por influenciar os árbitros e os resultado dos jogos. O título de 2004/2005 ficou vago, enquanto a Inter de Milão foi corada campeã da temporada 2005/2006.

No entanto, escutas telefônicas recentes mostram supostamente que a Inter também tentou pressionar árbitros, e a Federação Italiana de Futebol abriu um novo inquérito sobre o assunto.

Del Piero está em sua 18ª temporada na Juventus. Seu gol na vitória por 4 a 0 sobre o Lecce, no domingo, o deixou com 178 pelo clube no Campeonato Italiano, igualando o recorde de Giampiero Boniperti na equipe de Turim.

O escândalo foi o maior caso de corrupção da história do futebol italiano. Além da Juventus, Milan, Lazio, Fiorentina, Reggina e Arezzo foram punidos. O principal acusado no caso é Luciano Moggi, ex-diretor-geral da Juventus, que está enfrentando acusações de associação criminosa destinada a cometer a fraude esportiva.

Mais julgamentos...
Outro ex-dirigente da Juventus, Antonio Giraudo, já recebeu uma sentença de três anos do tribunal de Nápoles. Moggi e Giraudo foram banidos do futebol por cinco anos por um tribunal esportivo por influenciar o resultado dos jogos. Eles negam o delito.

De acordo com as acusações, Moggi e Giraudo criaram uma rede de contatos com dirigentes da federação para influenciar a arbitragem para favorecer a Juventus. A Inter também nega que tenha influenciado os árbitros.