Coletivo entre titulares e reservas do Brasil termina sem gols

Publicado em .

O coletivo dos brasileiros nesta manhã fria de Johannesburgo terminou sem gols. Dunga fez apenas duas mudanças entre os titulares e o lado direito se destacou com as melhores jogadas de ataque.

Campinas, SP, 31 (AFI) - O técnico da Seleção Brasileira, Dunga, realizou, na manhã desta segunda-feira, o primeiro coletivo entre os jogadores em Johannesburgo. Entre os titulares, houve apenas duas mudanças. O técnico brasileiro deu espaço para Michel Bastos no lugar de Gilberto e Elano compôs o setor de armação do meio campo ao lado de Kaká.

Leia mais:
Será? "Estou preparado para substituir Kaká", diz Júlio Baptista


O empate sem gols entre os titulares e reservas no treino que durou 45 minutos, com 12 graus e campo molhado, parece que não mudou o esboço do treinador que pretende levar a campo, no dia 15 de junho, contra a Coréia do Norte.

A equipe foi formada com Júlio César; Maicon, Lúcio, Juan e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano e Kaká; Robinho e Luis Fabiano.

Setor direito se destaca
No treino, o meia Kaká se mostrou parcialmente recuperado. Em alguns momentos, durante o treino, o jogador se poupou e errou muitos passes. Mesmo sem o brilhantismo de Kaká, o lado direito se mostrou eficiente com Elano e Maicon que criaram as melhores jogadas de ataque. Já o lado esquerdo se mostrou ineficiente e a maior parte dos cruzamentos Michel Bastos não foi preciso.

O time reserva saiu com Gomes, Doni começou fora e entrou no fim. Daniel Alves, Luisão, Thiago Silva e Gilberto; Josué, Kleberson, Ramires e Júlio Baptista; Nilmar e Grafite.

O Brasil realiza um amistoso contra Zimbábue nesta quarta-feira e a Seleção titular deverá ser a mesma do coletivo desta manhã.