Paraná x Sport-PE - Leão quer aproveitar crise do rival

Publicado em .

Curitiba, PR, 16 (AFI) - O clima no Paraná não é dos melhores para o jogo contra o Sport Recife, nesta quarta-feira, às 21h50, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil. Na última segunda-feira o elenco paranista se recusou a treinar em solidariedade aos funcionários, que estão com salários atrasados. Assim, o time pernambucano quer se aproveitar da crise do rival e voltar para casa com um bom resultado.

Uma vitória do Sport por dois ou mais gols de vantagem elimina o Tricolor sem a necessidade do jogo de volta. Na primeira fase foi isso que fez o Sport, ao vencer o primeiro jogo contra o Brasília por 4 a 2, fora de casa.

Já o Paraná teve um pouco mais de trabalho para se classificar. No jogo de ida contra o Cerâmica, empate por 1 a 1. Mas na segunda partida, o time curitibano deu show e venceu por 6 a 1, após levar um susto e sair perdendo.

Quem passar do confronto entre Paraná e Sport enfrenta na terceira fase o vencedor de Chapecoense e Atlético-MG, que fazem o primeiro jogo também nesta quarta-feira, às 21 horas, em Chapecó-SC.

Os times

No Sport, Givanildo de Oliveira quebrou sua regra e não fez mistério no time que começa jogando. Com exceção de uma dúvida na zaga entre Tobi e Montoya, o treinador confirmou que o time será o mesmo que bateu o Central, por 2 a 0, no último final de semana.Após a grave da segunda-feira, o elenco paranista treinou normalmente na manhã desta terça-feira. O técnico Marcelo de Oliveira que o time será o mesmo que bateu o Nacional, por 2 a 0, no último domingo, pelo Campeonato Paranaense.

Ficha Técnica

Paraná x Sport

Local: Estádio Vila Capanema, em Curitiba-PR
Data: 17/03/2010
Horário: 21h50
Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra - SP

Paraná
Juninho; Jefferson, Irineu, Luís Henrique e Diego Corrêa; Chicão, João Paulo, Vinícius e Everton ; Márcio Diogo e Marcelo Toscano.
Técnico: Marcelo de Oliveira

Sport
Magrão; Igor, César Lucena e Montoya (Tobi); Eduardo Ratinho, Zé Antônio, Daniel Paulista, Eduardo Ramos e Dutra; Dairo e Ciro.
Técnico: Givanildo de Oliveira