Paulista 2 x 3 Santos - Reizinho faz valer o ingresso em Jundiaí!

Publicado em .

Jundiaí, SP, 04 (AFI) – Em uma partida emocionante, o Santos conquistou sua nona vitória seguida no Campeonato Paulista. O time da Vila Belmiro foi até Jundiaí e venceu o Paulista, por 3 a 2, no Estádio Jayme Cintra, pela 12ª rodada do Estadual. O Peixe esteve mal em campo até a entrada de Robinho, aos meados do segundo tempo, quando o panorama da partida mudou, sendo o craque que marcou o gol da vitória santista.

Assim, o Paulista chega ao quinto jogo sem vencer, sendo quatro derrotas seguidas. Dessa maneira, o Galo da Japi ocupa a 18ª colocação, com oito pontos, dentro da zona de rebaixamento. Por outro lado, o Santos não sabe o que é derrota desde a terceira rodada, quando sofreu seu único revés na competição ao perder do Mogi Mirim. Assim, o Peixe segue líder isolado, agora, com 31 pontos, e praticamente classificado para a semifinal.

Trocando as bolas?

O jogo mal havia começado e os torcedores já não entendiam o que estava acontecendo. Logo aos dois minutos de jogo o Paulista abriu o placar, dando a impressa de quem estava na liderança isolada era o time de Jundiaí e não o Santos. Aos dois minutos, Barboza recebeu de Baiano no meio da área e chutou de primeira, no canto esquerdo de Felipe. Dois minutos depois, Julinho levantou da esquerda e Barboza quase ampliou de cabeça.

O time de Jundiaí continuou dando trabalho ao gol do Santos. Aos seis, Baiano levou para perna esquerda e chutou forte, mas o goleiro Felipe fez uma linda defesa e mandou para escanteio. Depois dos sustos foi que o Peixe se acertou em campo. Aos 22, André cabeceou com perigo e mandou pela linha de fundo. Quatro minutos depois veio o gol de empate. Wesley levou pelo lado direito da área e chutou cruzado, mandando no canto direito de Vinicius.

Após isso, o Santos voltou a ficar monótono e o Paulista poderia ter ido para o intervalo em vantagem. Aos 35, Bruno Formigone chutou de longe e a bola saiu à direita do gol de Felipe. Dois minutos depois, Lucas chutou e a mandou a bola muito perto do travessão. Aos 44, Emerson arrancou em contra-ataque rápido e serviu Eli Sabiá. O zagueiro chutou forte e acertou apenas a rede pelo lado de fora.

Voltando ao normal!
Após o fraco primeiro tempo, o Santos voltou a ser aquele time que está encantando o Brasil no primeiro semestre. Para que isso acontecesse, o Peixe só precisou de apenas sete minutos de bola rolando. Após cobrança de escanteio, o meia Paulo Henrique Ganso tocou de cabeça de dentro da pequena área e venceu o goleiro Vinicius. Dois minutos antes, Neymar tinha tentado de cabeça e mandado a bola pela linha de fundo.

Quem pensou que o Paulista sentiria o golpe se enganou, pois o time mandante precisou de apenas mais quatro minutos para deixar tudo igual novamente. Após rebote da zaga santista, William Rocha ajeitou de cabeça e encontrou Julinho pelo lado direito da área, o lateral chutou forte e cruzado para empatar. Após o empate, Dorival Júnior promoveu a entrada de Robinho na vaga do apagado Neymar.

Mesmo com a mudança, foi o Paulista quem criou mais uma boa chance de gol. Aos 18, Barboza chutou com perigo e mandou a bola muito perto do gol santista. Quem pensou que Robinho não poderia dar show somente após dois dias de ter atuado pela Seleção Brasileira se enganou. Aos 24, o atacante pegou a bola na entrada da área, passou o pé por cima duas vezes, chamou o marcador para o drible e chutou forte. A bola acertou o travessão e pingou já dentro do gol do Galo. Um lindo gol.

Depois disso só deu Peixe, que poderia ter feito ainda mais, porém, ficou no quase. Aos 32, Robinho ficou com a sobra na segunda trave e chutou em cima da trave. Dois minutos depois, Durval tocou para o gol e Lucas salvou em cima da linha. No rebote, o zagueiro do Peixe tentou de novo e o lateral do Paulista salvou novamente, evitando o quarto gol. Aos 46, Robinho chutou da entrada da área e Vinicius salvou o Paulista pela última vez na partida.

Próximos Jogos!
Pela 13ª rodada, os times voltam a campo no domingo. O Paulista encara o Ituano, às 19h30, no Estádio Novelli Júnior, em Itu. Já o Santos tem o clássico diante da Portuguesa, às 17 horas, no Canindé, em São Paulo.

Ficha Técnica

Paulista 2 x 3 Santos

Local: Estádio Jayme Cintra, em Jundiaí-SP
Renda: R$ 246.740,00
Público: 8.032 pessoas
Árbitro: Wilson Luiz Seneme
Cartões amarelos: William Rocha, Bruno Formigone (Paulista); Wesley (Santos)
Gols: Barboza 2'/1T e Julinho 11'/2T (Paulista); Wesley 26'/1T, Paulo Henrique 7'/2T e Robinho 24'/2T (Santos)

Paulista
Vinicius; Lucas, Eli Sabiá, William Rocha e Julinho (Raphael Martinho); Bruno Formigone, Rai, Baiano (Carlão) e Emerson (Marquinhos); Felipe Azevedo e Barboza.
Técnico: Wagner Lopes.

Santos
Felipe, Roberto Brum (Rodrigo Mancha), Edu Dracena, Durval e Léo (Madson); Arouca, Wesley, Marquinhos e Paulo Henrique Ganso; Neymar (Robinho) e André.
Técnico: Dorival Júnior.