Sérgio Carvalho: Crespo é uma aposta válida do São Paulo

Crespo já se desligou do Defensa e poderia começar já seu trabalho no São Paulo, mas vai assumir após o Brasileirão

por SÉRGIO CARVALHO - - - Campinas

O nome completo dele é Hernán Crespo. Foi um dos maiores artilheiros do futebol argentino e fez sucesso também no futebol italiano e até no inglês. Sempre fazendo gols. Quando chegou aos 36 anos resolveu pendurar as chuteiras. Foi quando surgiu uma proposta do Modena, da Itália, que o queria como treinador. Crespo aceitou.

De lá ainda foi para o Bansfield, até assinar com o Defensa y Justicia, da Argentina. Foi quando ele se consagrou. Com competência ele levou o Defensa até o título de campeão da última Copa Sul Americana, encerrada em janeiro de 2021.

Crespo levantou primeiro título com o Defensa-ARG
Crespo levantou primeiro título com o Defensa-ARG
MUITAS PROPOSTAS
A partir daí, passou a receber inúmeras propostas de emprego e chegou até a pensar em voltar para a Europa.

Mas parece que a proposta feita pelo brasileiro São Paulo, o cativou de vez.

Tanto que já está apalavrado com a diretoria do clube e nos próximos dias deverá assinar seu contrato.

Crespo trará consigo toda a comissão técnica que o ajudou a ser campeão da última Copa Sul Americana (dizem que o preparador físico é nível A!).

APÓS BRASILEIRO
Crespo já se desligou do Defensa e poderia começar já seu trabalho no São Paulo. Mas Julio Casares, novo presidente tricolor, pediu que ele esperasse o final do Campeonato Brasileiro (que termina no dia 24 de fevereiro) para então assumir definitivamente o comando do time.

Hernán Crespo ainda é jovem como treinador, mas tem personalidade forte e sabe se impor diante de seus comandados. Valoriza muito a técnica mas também exige de cada um muita aplicação. Quer raça, quer dedicação total durante os noventa minutos.

Quem não se adaptar não terá vez no time que ele deve armar para tentar recolocar o São Paulo entre os clubes mais vencedores do futebol brasileiro e sul americano. Foi assim, usando a técnica e a dedicação de seus jogadores, que ganhou a última Copa Sul- Americana no início deste ano.

DÁ PRA APROVEITAR
Do último treinador, o Fernando Diniz, Crespo deve aproveitar apenas o toque de bola. Ele considera que o time que tem a posse da bola, está sempre muito mais perto do gol e da vitória.

Fernando Diniz valoriza posse de bola
Fernando Diniz valoriza posse de bola
Mas certamente não vai fazer a loucura de pedir a seus jogadores que fiquem tocando bola lá atrás, junto ao goleiro. Ele quer é que a partir do momento em que seu time dominar a bola, deve se impor através de um jogo dinâmico, veloz e de grande objetividade.

Também vai exigir de seus comandados muita aplicação na marcação do adversário que tem a bola. Durante uma partida, será primordial que todos os jogadores se dediquem em ajudar o companheiro que tem a bola.

E quando o adversário a recuperar, todos também devem procurar ajudar na marcação.

DOIS ANOS
O contrato de Crespo será de dois anos (até o final de 2022). Dizem que ele e seus auxiliares vão custar 1 milhão de reais por mês ao São Paulo. Só não divulgaram ainda quanto desse dinheiro ficará nas mãos de Crespo.

Como estamos falando do São Paulo, lembro que o Tricolor jogou na última quarta- feira, no Morumbi, onde só conseguiu um empate pela contagem mínima, diante do aplicado time do Ceará. O resultado foi justo, mas, de novo, alguns jogadores insistiram na tática suicida de tocar bola na defesa sem nenhum objetivo prático.

OUTRO VACILO
Quase no final do jogo, Luan recuou uma bola para o goleiro Volpi que, ao tentar sair jogando,

Volpi falhou contra o Ceará
Volpi falhou contra o Ceará
perdeu a bola e permitiu o primeiro gol do Ceará. Isso já no final do tempo regulamentar. Para sorte de Volpi, pouco tempo depois seu erro foi minimizado quando Luciano, de cabeça, fez o gol de empate para o São Paulo.

Com este empate, o São Paulo completou 8 jogos sem vitória. Em 2021, por sinal, ainda não ganhou uma partida. Ainda assim, tem chance de se classificar para a fase de grupos da Libertadores 2021.

Se não conseguir, certamente estará na pré Libertadores.

Menos mal!

SÉRGIO CARVALHO - -
Sérgio Carvalho é um dos ícones do jornalismo esportivo brasileiro. Sua coluna ganhou mais de cincoenta prêmios durante o período em que foi publicada pelo Diário de São Paulo (antigo Diário Popular) durante mais de vinte anos. Hoje é um dos pontos de referência entre os colunistas do Futebol In
Veja perfil completo
Veja todos