Palmeiras e São Paulo continuam iguais

O Palmeiras continua a utilizar aquele mesmo esquema de privilegiar a defesa e não se preocupar muito em fazer muitos gols

por SÉRGIO CARVALHO - - - Campinas

Era grande a expectativa em relação a Palmeiras e São Paulo depois da longa folga que os dois clubes tiveram por causa da disputa da Copa América de Seleções. Mas no clássico disputado sábado à noite, no Morumbi, ficou evidente que treinar durante mais de um mês sem precisar disputar jogos oficiais não melhorou em nada o futebol das duas equipes.

O Palmeiras continua a utilizar aquele mesmo esquema de privilegiar a defesa e não se preocupar muito em fazer muitos gols em seus jogos. Para Felipão, importante é não perder e uma vitória por 1 a 0 já é suficiente para ganhar três pontos e manter a folgada situação do Palmeiras na classificação geral do campeonato.

CUCA QUERIA...
Cuca, ao contrário, pretendia ver seu time muito mais entrosado e com grande força ofensiva, o que não aconteceu no clássico de sábado. No primeiro tempo o time do Morumbi até mostrou um futebol um pouco melhor do que aquele que vinha jogando antes dos treinos intensivos durante a longa folga ocorrida nas ultimas semanas.

Mas, no segundo, o time do Morumbi voltou a apresentar os mesmos defeitos das primeiras nove rodadas do Brasileiro quando sempre errava demais na troca de bola e tinha sérias dificuldades em fazer gols.

FALTA DE RITMO
E mais. Durante o jogo de sábado, alguns jogadores chave do São Paulo sentiram o ritmo e deixaram de produzir o que podiam (Hernanes foi exemplo disso, tanto que foi substituído).

Com o recuo exagerado, o São Paulo facilitou o trabalho ofensivo do Palmeiras, que foi para frente e chegou ao gol de empate em falha gritante do goleiro Volpi.

A partir daí, o Verdão se acomodou no placar que lhe era favorável porque jogava no campo do adversário, enquanto o Tricolor não conseguiu fazer o esperado segundo gol, nas poucas oportunidade s que criou.

LÍDER INVICTO
Com o placar de 1 a 1 (que foi justo), o Palmeiras continuou líder invicto do Brasileirão e chegou a 33 jogos sem perder no campeonato. Já o São Paulo somou mais uma partida sem vitória (agora são sete) e não melhorou em nada sua posição na classificação geral da competição.

Aliás,depois de provar que ainda não consegue ser um grande time, o São Paulo está praticamente fora da briga pelo título do Brasileiro e deve usar os jogos até o final do ano para montar uma equipe forte o suficiente para voltar a ser campeão no ano que vem.

PEIXE ENCOSTA
Quanto aos outros grandes clubes paulistas, o Santos ganhou três pontos importantes diante do Bahia lá em Salvador, enquanto o Corinthians com sérias dificuldades venceu o CSA no Itaquerão por 1 a 0 e mostrou que também não tem time para disputar títulos em 2019.

Na rodada, destaque para a goleada do Flamengo sobre o Goiás, no Maracanã, 6 x 1 e Arrascaeta como dono do jogo. Exibição maravilhosa.

C * U * R * T * A * S

* NO CLÁSSICO alguns jogadores se destacaram dos dois lados.No Palmeiras o goleiro Weverton fez algumas defesas de alto nível. Está em grande forma. Na linha de zaga teve em Edu Dracena seu melhor jogador.

No meio campo não houve um grande destaque. No ataque, Dudu, pela aplicação e pelo gol de empate, merece uma citação especial. No São Paulo o goleiro Volpi jogou demais. Mas acabou por falhar no gol. Foi culpado direto. Entre os zagueiros Bruno Alves. No meio campo, Luan. No ataque, Pablo foi bem até machucar.

MAIOR DECEPÇÃO

* NO TRICOLOR a maior decepção foi Pato. Ele não divide,não dá combate, perde todas as divididas. Foi o pior do time. Hernanes fez o passe do gol. Só. No mais, apareceu pouco. Antony jogou muito atrás quando suas características são de jogador insinuante, que se impõe e cria jogadas.

Hernanes cansou
Hernanes cansou
Desta vez só marcou. Pouco. No Palmeiras Thiago Santos foi o pior. Seus companheiros de meio de campo também não jogaram um grande futebol. Scarpa ainda tentou arremates, mas tem potencial para produzir mais. Verdão poupou seus titulares.


* É DE impressionar. O São Paulo não consegue mais vencer. E o que é pior. Como mandante as vezes não consegue nem empatar. Parece que jogar no Morumbi virou um tabu para o time de Cuca.

O técnico inclusive teve mais de um mês para preparar melhor seu time. Não adiantou nada.O São Paulo melhorou um pouco. Mas não o necessário para brigar por titulo. Aliás, na abertura da coluna eu digo isso. O São Paulo não é mais candidato a campeão do Brasileiro. Tem muito time melhor que o dele. Vai, portanto, só cumprir tabela neste ano;

PEIXE FOI EFICIENTE


* FUTEBOL do Santos diante do Bahia, não foi nenhuma maravilha. Mas o time de Sampaoli cumpriu sua missão. Venceu por 1 x0 com justiça. Soteldo foi o melhor do Peixe. Sanchez deve ser citado porque fez o gol da vitória.

Na defesa Luiz Veríssimo foi o melhor. A verdade é que mesmo sem grandes contratações o Santos é o segundo melhor time do campeonato e o único que está encostado no líder Palmeiras. Um mérito muito grande para o técnico argentino. O Bahia até jogou bem mas não foi capaz de fazer seu gol. Mereceu a derrota.

Vagner Love
Vagner Love
BOLINHA DE CHORAR

* O CORINTHIANS ganhou do CSA no Itaquerão mas seu futebol foi de fazer chorar seu mais fanático torcedor. O gol da vitória foi marcado por Vagner Love aos 33 minutos do segundo tempo. Gil reestreou na zaga corintiana com bom trabalho.

Cássio não fez nenhuma defesa difícil. Pedrinho foi o pior do time. Não jogou nada. Como já disse não boto fé no seu futebol. Fagner voltou a lateral direita depois de defender a Seleção. Teve uma exibição brilhante. Timão está entre os dez primeiros colocados mas não tem time para ser campeão.

MAIOR GOLEADA

* TODOS os resultados da décima rodada do Brasileirão. Grêmio 2 x Vasco da Gama 1, Fortaleza 2 x Avai 0, São Paulo 1 x Palmeiras 1, Bahia 0 x Santos 1, Flamengo 6 x Goiás 1, Cruzeiro 0 x Botafogo 0, Corinthians 1 x CSA 0, Athletico Paranaense 1x Internacional 0, Chapecoense 1 x Atlético Mineiro 2.

A goleada do Flamengo foi o destaque da rodada. A vitória do Fortaleza, de Rogério Ceni, somou mais três pontos importantes. Objetivo é não cair e, pelo visto, o time de Ceni vai continuar na série A. Vamos à classificação geral.

LÍDER ABSOLUTO

* O LÍDER absoluto é o Palmeiras com 26 pontos ganhos .É o único invicto. O Santos tem 23 pontos. Flamengo, 20. Atlético Mineiro, 19. Internacional e Botafogo tem16. Goiás, Corinthians e São Paulo,15. São Grêmio e Bahia, 14.

Esses são os treze melhores times do campeonato até agora. Palmeiras, Santos, Flamengo, Inter, Atlético MG e Botafogo estariam classificados para a Libertadores de 2020 se o Brasileiro terminasse hoje.

O Fluminense escapou do Z4 ao empatar por 1 a 1 com o Ceará, mesmo dentro do Maracanã, na segunda-feira à noite. Estão na zoa de queda, dois times que subiram ano passado - Avaí (4) e CSA (6) - além de Chapecoense (8) e Vasco (9).

FIM DE SEMANA AGITADO

* PRÓXIMOS jogos da Série A. Sábado - Vasco da Gama x Fluminense, as 11 horas. Bahia x Cruzeiro em Salvador, às 17. Internacional x Grêmio, Ceará x Palmeiras, em Fortaleza e CSA x Athletico-PR, em Maceió, as 19.

No domingo jogam Botafogo x Santos, no Rio, às 11 horas. Atlético MG x Fortaleza, em BH, às 16 horas. Corinthians x Flamengo, no Itaquerão, também às 16. Avaí x Goiás, às 19 horas.

Na segunda-feira, no Morumbi, São Paulo x Chapecoense, as 20 horas. Essa será a décima segunda rodada do campeonato.

SÉRGIO CARVALHO - -
Sérgio Carvalho é um dos ícones do jornalismo esportivo brasileiro. Sua coluna ganhou mais de cincoenta prêmios durante o período em que foi publicada pelo Diário de São Paulo (antigo Diário Popular) durante mais de vinte anos. Hoje é um dos pontos de referência entre os colunistas do Futebol In
Veja perfil completo
Veja todos