Brasil e Bélgica será jogão de bola na Copa da Rússia

Em tese, um jogão de bola, do jeito que o brasileiro gosta. Duelo do melhor ataque (Bélgica) contra a melhor defesa (Brasil)

por SÉRGIO CARVALHO - - - Campinas

As seleções de futebol do Brasil e da Bélgica se enfrentam nesta sexta-feira, a partir das 15 horas, horário brasileiro, no belo gramado da Kazan Arena, pelas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia. Em tese, um jogão de bola, do jeito que o brasileiro gosta.

Primeiro porque a Seleção Brasileira está em fase ascensional e Neymar, seu principal jogador, resgata rapidamente seu melhor futebol e sua boa forma. E, segundo, porque os belgas são disparadamente uma das melhores equipes desta Copa, com uma postura ofensiva de fazer inveja.

Até agora, a Bélgica marcou 12 gols contra 7 do Brasil. Prova de que o ataque belga é bem mais competente do que o brasileiro. A vantagem dos comandados de Tite está na defesa. Linha de zaga brasileira só tomou um gol até agora em quatro jogos e tem ao lado do Uruguai a melhor defesa da Copa.

MELHOR ATAQUE X MELHOR DEFESA
Ou seja, será o ataque belga contra a defesa brasileira. Um duelo fantástico, que promete muitas

Com grandes atacantes, Brasil tem a melhor defesa
Com grandes atacantes, Brasil tem a melhor defesa

emoções a quem for assistir o jogo seja no estádio de Kazan, linda cidade russa, ou através da televisão ou telão.

Fica evidente, portanto, que qualidade de jogo nós vamos ter, mas e quem estaria mais perto da vitória neste confronto entre Brasil e Bélgica?

Numa análise fria, acreditamos que mesmo que venha a sofrer gols (o que será natural pois o Brasil terá pela frente o melhor ataque da Copa), aposto numa vitória brasileira. E por que faço essa afirmação? Fácil.

Para começar em jogos decisivos a camisa tradicional (Brasil) sempre se impõe mais do que a que não tem tanto peso (caso da Bélgica).

Além disso, o time do Brasil está muito bem armado em todas as suas linhas e tem mais equilíbrio entre defesa e ataque do que seu adversário dessa tarde.

DURA MISSÃO
Mesmo assim é lógico que não será uma missão fácil para o time verde e amarelo. Os belgas também sabem jogar bola e ainda tem uma vantagem sobre os brasileiros: boa parte de seus

Thiago Silva: pilar na defesa
Thiago Silva: pilar na defesa

jogadores é bem mais alta do que a dos brasileiros e, por isso mesmo, devem ter maior facilidade em ganhar as jogadas aéreas seja na área brasileira quando atacarem, seja na área belga quando defenderem.

Mas o Brasil também tem uma vantagem sobre a Bélgica. Entre seus jogadores há um número maior de talentos do que no time adversário.

AULA DE FUTEBOL
Fica evidente, portanto, que Brasil e Bélgica têm tudo para dar uma aula de futebol na tarde desta sexta feira.

Quem vencer, será semifinalista da Copa. Quem perder, volta pra casa no dia seguinte.

Espero que os belgas é que sejam obrigados a arrumar as malas para voltar mais cedo pra casa. Torço para que o Brasil esteja inspirado e saiba se impor neste clássico do futebol mundial.

Se o fizer, o torcedor brasileiro já poderá começar a se preparar para gritar "é hexa", porque ao final dessa partida vão faltar apenas dois jogos para que esse esse sonho venha se concretizar!!

CURTAS * * DA * * COPA

* TIME de Tite está escalado para esse jogo contra a Bélgica. Vai de Alisson; Fagner, Miranda, Thiago Silva e Marcelo; Fernandinho, Paulinho, Phillippe Coutinho e Willian; Gabriel Jesus e Neymar. No momento, é o melhor que o técnico brasileiro poderia escalar.

Mesmo sabendo-se que Gabriel Jesus que é camisa 9 e deveria ser um ponto de referência no ataque, seja apenas mais um marcador pelo lado esquerdo da defesa brasileira. Por que Tite prejudica Jesus ao fazê-lo jogar de zagueiro, eu não sei. Mas como tem dado certo, menos mal.

Gabriel Jesus marca zagueiro
Gabriel Jesus marca zagueiro

FIRMINO TITULAR
* FOSSE o técnico da Seleção e não teria nenhuma dúvida em escalar Firmino no lugar de Gabriel Jesus. O jogador do Liverpool está em fase bem superior ao do Manchester City. Mas cabeça de técnico é assim mesmo. Todos tem lá suas convicções e não abrem mão delas.

Assim, melhor deixar como está e esperar que, se o Brasil tiver problemas para fazer seus gols, Firmino entre em campo e dê um pouco mais de objetividade ao ataque brasileiro. No mais, nada a lamentar. Ao contrário. A volta de Marcelo à lateral é uma notícia fantástica.

* TAMBÉM nesta sexta, pelas quartas de final, jogam Uruguai e França, em Novgorod, a partir das 11 horas. É outro jogo de altíssimo nível. O Uruguai, pra mim, é um dos três melhores times da Copa.

Pena que Cavani, um de seus jogadores de melhor nível não deva entrar em campo por causa da contusão que o tirou do último jogo de sua seleção. Ainda assim, a defesa do Uruguai é ótima e o ataque, com Sanchez do comando, é difícil de ser marcado. A França também tem seus talentos que podem desequilibrar. Será um jogo para matar cardíaco.

Cavani pode fazer falta
Cavani pode fazer falta

INGLATERRA FAVORITA
* A FASE Quartas de Final termina sábado. As 11 horas, em Samara, Suécia x Inglaterra. Acredito em vitória inglesa. As 15 horas, Rússia, a dona da casa, contra a Croácia. Por ser a anfitriã, a seleção russa terá maior número de torcedores no estádio e isso sempre ajuda muito.

Se fosse indicar os vencedores desses dois jogos diria que Inglaterra e Rússia se classificam. Vejo suecos e croatas em momento inferior ao de russos e ingleses. Ah, esqueci de citar o provável vencedor de Uruguai e França. Mas não foi por acaso. É um jogo que não tem favorito.

SÓ RÚSSIA PERDEU
* ENTRE as seleções que jogam nesta sexta e no sábado, só a Rússia já perdeu um jogo. Os demais estão invictos. Uruguai e Bélgica nem empataram até agora. No que se refere aos ataques, a Bélgica tem 12 gols, a Rússia e a Inglaterra, 9; França, Uruguai e Brasil, 7.

Brasileiros e uruguaios têm as defesas menos vazadas. Sofreram apenas 1 gol até agora. A Suécia e a Croácia, 2. França, Bélgica e Inglaterra 4. Rússia, 5. Henry Cane, da Inglaterra, é no momento o artilheiro isolado da Copa com 6 gols marcados. É esperança inglesa contra os suecos.

SÉRGIO CARVALHO - -
Sérgio Carvalho é um dos ícones do jornalismo esportivo brasileiro. Sua coluna ganhou mais de cincoenta prêmios durante o período em que foi publicada pelo Diário de São Paulo (antigo Diário Popular) durante mais de vinte anos. Hoje é um dos pontos de referência entre os colunistas do Futebol In
Veja perfil completo
Veja todos