Os Estaduais nunca vão morrer por conta das rivalidades. Só ver o sucesso de 2017

Quem disse mesmo que os Estaduais morreram? Ledo engano. Só ver tudo que houve no final de semana.

por REDAÇÃO - Campinas

O Campeonato Brasileiro começa neste final de semana em dose tripla, com jogos das Séries A (Brasileirão), B e C. Não deu fôlego para ninguém respirar após muitas finais emocionantes por todos os Estados. Quem disse mesmo que os Estaduais morreram? Ledo engano. Só ver tudo que houve no final de semana.

Em São Paulo, por exemplo, recorde de público do Corinthians, campeão pela 28.ª vez, agora em cima da Ponte Preta. Os seus principais rivais – Palmeiras, São Paulo e Santos – caíram nas fases anteriores. Mais de 40 mil viram a decisão.

Bandeirão foi atração na decisão do Corinthians diante da Ponte Preta no Itaquerão lotado
Bandeirão foi atração na decisão do Corinthians diante da Ponte Preta no Itaquerão lotado

No Maracanã, choveu gente. De um lado rubro-negros, de outro, tricolores, numa festa nas arquibancadas que deu arrepios. Desta vez o Flamengo levou a melhor em cima do Fluminense, no tradicional Fla-Flu. Mais de 60 mil pessoas abrilhantaram a finalíssima.

RIVALIDADE VIVA
As rivalidades também encheram estádios de Norte à Sul do país. O Coritiba levou a melhor sobre o Atlético-PR, no Paraná, enquanto em Minas Gerais o Atlético-MG levou a decisão para o seu alçapão – a Arena Independência – e bateu o Cruzeiro. No Barradão, o Vitória segurou o empate e também faturou o caneco sobre o rival Bahia.

Em Belém, o Paysandu superou o Remo, em Pernambuco, o Sport deu o sangue para superar e desbancar o rival Santa Cruz dentro do Arruda. O Goiás levou o 27º titulo de sua história, desta vez em cima do Vila Novo - dono da maior torcida em Goiânia.

Flamengo festeja conquista em cima do rival Fluminense no Maracanã lotado
Flamengo festeja conquista em cima do rival Fluminense no Maracanã lotado

A exceção, como sempre tem uma, ficou para o Novo Hamburgo que desbancou o Internacional e levou o título gaúcho. Rompeu um jejum histórico de 106 anos sem gritar campeão.

OS BABACAS
E a ‘turminha de babacas’ ainda ousa dizer que os Estaduais acabaram. Isso porque 'esta gente' aprendeu analisar futebol comendo almôndegas e não correndo os estádios e vendo a rivalidade. É esta sensação de ganhar do vizinho, do time mais próximo, que cria a sensação maior de prazer pela conquista.

Claro que o Campeonato Brasileiro é importante. Mas não pode, jamais, interromper os Estaduais. Aliás, precisa se aprimorar, porque é inconcebível ser disputado em turno e returno com 20 clubes. São 38 exaustivas rodadas. A ‘turma da coxinha’ acha que funciona porque isso é usado há século na Europa.

MUITAS DIFERENÇAS

Santos ganhou duas vezes do Paysandu e está nas quartas de final da Copa do Brasil
Santos ganhou duas vezes do Paysandu e está nas quartas de final da Copa do Brasil

Oras bolas, aqui não é Europa, aqui é Brasil. Um país de tamanho continental, diferente da bota italiana, da Espanha, Portugal e mesmo da Inglaterra, onde mais se joga na cinzenta Londres e seus arredores.

O povo é diferente, o transporte diferente e a cultura também. Só os 'coxinhas' que não enxergam. Não querem ver. Nem sabendo que vivemos num país de Terceiro Mundo.

ABSURDOS
Aqui se gasta dez horas para cruzar de Sul a Norte. E as viagens acontecem em horários ruins, muitas vezes de madrugada. Com certeza os jogadores perdem o dobro de tempo com viagens do que com treinamentos. Um absurdo que atinge a qualidade técnica. O objetivo não é apontar o melhor? Então é preciso rever muita coisa.

Além disso, o Brasileiro deixou de ser a coqueluche, no meio de tantas competições. Nesta quarta-feira (10) por exemplo, aconteceram jogos da Copa do Brasil, da Sul-Americana, da Libertadores e até a final da Recopa.

Em breve os cartolas vão ter que rever esta fórmula maluca do Brasileiro com turno e returno. Os 'comedores de almôndegas' e 'coxinhas' vão tem que engolir. Mais uma vez.

REDAÇÃO
Esta coluna é publicada pela Editoria da Agência Futebol Interior O PORTAL FUTEBOL INTERIOR é o mais completo site vertical de futebol do Brasil, com mais de 15 anos de existência e que se tornou referência nacional quando se fala em futebol, a paixão nacional. E, totalmente, independente. Ac
Veja perfil completo
Veja todos