Dá pra apostar sobre quem fará companhia ao Botafogo e Coritiba?

Flamengo e Inter (RS) disputam o título do Brasileirão

por ARIOVALDO IZAC - - - Campinas

Imaginem se já estivéssemos livre da pandemia da Covid-19?

Teria gente até pelo ladrão no jogo decisivo do próximo domingo, no Estádio do Maracanã, entre Flamengo e Inter (RS), na penúltima rodada do Brasileirão.

Inter 69, Flamengo 68. Pode-se dizer que quem ganhar vai colocar uma das mãos no caneco, ou a última rodada tem peso significante?

Aí, enquanto o Inter vai recepcionar o Corinthians, o Flamengo visitará o São Paulo.

RETRANCA DO TIMÃO

Quem diria que o então destemido Corinthians incorporasse literalmente o espírito retranqueiro do saudoso treinador Milton Buzzetto, nos tempos de Juventus, década de 60?

Pois foi assim diante do Flamengo que, diferentemente dos tempos do técnico português Jorge Jesus, encontrou terrível dificuldade para furar o cerco.

Tão retrancado quanto foi o Sport, que desprezou a condição de mandante diante do Bragantino, para sustentar um empate sem gols na noite desta segunda-feira.

É provável que os 42 pontos já conquistados o encaminhem para se livrar do rebaixamento, nos jogos em que receberá o Galo mineiro e atuará fora de casa contra o Athletico Paranaense.

REBAIXAMENTO

Pra bugrinos e pontepretanos, o interesse maior na reta de chegada do Brasileirão prende-se àqueles que vão se juntar a Botafogo e Coritiba já rebaixados à Série B.

Então, façam as suas apostas.

O confronto direto de Vasco e Goiás, na última rodada, pode ser determinante para a queda de um deles, pois conquistaram até agora 37 e 36 pontos, respectivamente.

Antes disso, será que o Goiás vai conseguir pontuar ao recepcionar o Bragantino?

Bahia, com 38 pontos, igualmente ameaçado, terá confronto direto com o Fortaleza, que com três pontos a mais ainda corre risco.

Caia quem cair, o certo é que as missões de Ponte Preta e Guarani ficaram complicadas para a próxima Série B do Brasileiro, até porque o Cruzeiro começou o processo de remontagem da equipe visando retorno à elite nacional.

ARIOVALDO IZAC - -
Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.
Veja perfil completo
Veja todos