Além de se aproximar do título, Flamengo tem cofre 'engordado'

Time flamenguista assume liderança ao vencer o Inter por 2 a 1

por ARIOVALDO IZAC - - - Campinas

Ah se arrependimento matasse! O agropecuário Elusmar Maggi Scheffer, de Cuiabá, assumiu compromisso com a direção do Inter portoalegrense de pagar a indenização de R$ 1 milhão, correspondente à multa para o clube colocar em campo o lateral-direito Rodinei, na partida deste domingo contra o Flamengo, no Estádio do Maracanã.

E não é que Rodinei, em entrada violenta sobre o lateral-esquerdo flamenguista Felipe Luís, acabou expulso de campo aos três minutos do segundo tempo.

Imaginem a raiva do empresário com a imprudência do jogador da equipe colorada, pois, no frigir dos ovos, foi determinante para a derrota do Inter por 2 a 1?

Nesta história, além do Flamengo se aproximar da conquista do Campeonato Brasileiro, com 71 pontos conquistados, o agropecuário tem prazo até às 18h desta segunda-feira para efetuar o pagamento.

Independente de qualquer coisa, que doidice ao topar pagar a multa. Tanta gente às mínguas por causa da pandemia do coronavírus e aparece uma pessoa que faz cair do céu essa grana bem-vinda para a direção flamenguista.

FALHA NO EMPATE

E mais: atribua falha de Rodinei por ocasião do gol de empate do Flamengo, pois perdeu a disputa de bola para Bruno Henrique, ficou com receio de cometer pênalti, e no desdobramento da jogada o meia Arrascaeta foi servido e habilmente apenas deslocou a bola do goleiro Lomba.

A favor de Rodinei apenas o chute em que a bola chocou-se contra a trave aos 43 minutos do primeiro tempo.

VITÓRIA MERECIDA

Se o zagueiro flamenguista Gustavo Henrique cometeu pênalti evitável sobre aos 11 minutos, convertido pelo meio-campista Edenilson, o experiente time carioca não se descontrolou, mas o que se vê, sob o comando do treinador Rogério Ceni, é que o time já não alia intensidade à velocidade, como nos tempos do português Jorge Jesus.

Apesar disso, como dispõe de jogadores talentosos no elenco, sempre cria-se uma ou outro oportunidade, e foi assim que o atacante Gabigol soube deslocar o goleiro Lomba, após receber passe de Arrascaeta: Flamengo 2 a 1.

No final, como o Inter partiu pro chamado tudo ou nada, desguarnecendo a sua defesa, o placar só não foi mais elástico para o Flamengo porque Bruno Henrique perdeu chance cara a cara, e por interpretação da arbitragem de que o atacante Pedro teria cometido falta na continuidade de jogada que resultou em gol.

VASCO

Alô pontepretanos e bugrinos: o Vasco vem aí, após ter ficado no empate sem gols contra o Corinthians, na tarde deste domingo.

Como rebaixamento dos cruzmaltinos é sintomático, pois jamais vai tirar diferença de 13 gols no critério saldo de gols do Fortaleza, é mais um dos grandes clubes para dividirem espaços com Ponte Preta e Guarani.

E aí, professor Vanderlei Luxemburgo, do Vasco: desta vez foi mal dimensionado o desafio?

E por não salvado o time, trabalhou praticamente de graça durante o período em que conduziu o time. Pelo menos isso ficou acordado quando da volta a São Januário.

CADÊ VOCÊ E MEMÓRIAS DO FUTEBOL

Foram atualizados neste domingo dois outros canais de comunicação sobre quem ajudou a construir a história do futebol, em geral.

Desta vez, ambas as colunas no formato de áudio.

Em Cadê Você, endosso a justa homenagem prestada ao ex-administrador esportivo do Guarani Jorge Corrêa da Conceição, o Joca, após ter completado 80 anos de idade no dia primeiro de janeiro passado.

Em Memórias do Futebol, recordação do saudoso ponta-de-lança Jorge Mendonça, morto há 15 anos.

ARIOVALDO IZAC - -
Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.
Veja perfil completo
Veja todos