O que se pode esperar de um time remendado do Guarani?

Ponte Preta precisa vencer Cuiabá para ainda respirar na luta pelo acesso na reta final da SÉRIE B

por ARIOVALDO IZAC - - - Campinas

Você que acessa as mídias de Campinas e constata informação envelhecida sobre futebol, que ultrapassa 48 horas sem a devida atualização, não suspeite que seja descaso do quadro de reportagem.

Covid desfalca time do Guarani
Covid desfalca time do Guarani

Na sexta-feira passada, a medida que foi noticiada suspeita de Covid-19 para os jogadores Jefferson Paulino, Gabriel Mesquita, Wálber, Victor Ramon, Bruno Silva, Lucas Crispim e Waguininho, aguardou-se pronunciamento oficial do clube, que até a noite deste domingo havia ignorado.

Desconsideraram a necessidade de prestação de serviço dos veículos de comunicação, para atualizarem informações ao público receptor.

Alguém da cúpula diretiva ou comissão técnica deu a ordem para se omitir informação oficial, e, no caso, cabe à assessoria de imprensa do clube cumprir ordens.

Quem foi o pai da criança? Apareça aí e assuma o absurdo cometido.

O clube preferiu agir protocolarmente, visto que exige-se comunicação de eventuais casos positivos pós-testagem apenas no dia do jogo.

NÃO VIAJARAM

Não fossem fontes alternativas de informações consultadas por veículos de comunicação, não se saberia que os citados atletas já cumprem protocolo de dez dias de isolamento, e assim sequer viajaram para Maceió (AL).

Se a intenção seria confundir o CRB em referência à escalação do time bugrino para o jogo desta segunda-feira, de nada adiantou, visto que no dia do jogo é obrigatória a comunicação de atletas contaminados.

TIME REMENDADO

Se mesmo que dispusesse de força máxima o Guarani já enfrentaria dificuldades contra o CRB em Alagoas, a situação fica aparentemente complicada com a escalação de um time remendado, ainda sem contar com a voltas do zagueiro Romércio e polivalente Pablo, ambos diagnosticados com Covid no início da semana. E provavelmente sem o retorno do atacante Júnior Todinho.

CRB

Com 43 pontos ganhos, o CRB precisa de uma vitória para se ver livre de qualquer risco de rebaixamento nesta Série B.

Com a volta do treinador Roberto Fernandes ao clube nas três últimas rodadas, a equipe esboçou reação.

Se na estreia dele o time foi derrotado para o América Mineiro por 1 a 0, em Belo Horizonte, a recuperação veio na vitória também por 1 a 0 sobre o Avaí, em Florianópolis (SC), assim como a equipe venceu o Confiança por 2 a 0, em Maceió.

PONTE PRETA

É tudo ou nada para o Ponte Preta nesta segunda-feira, em termos de Campeonato Brasileiro da Série B, em jogo que começa à tarde e termina à noite.

Com 47 pontos, sete a menos de que o adversário Cuiabá, qualquer outro resultado que não seja o de vitória será o fim de linha aos pontepretanos.

Mantida ou ampliada a diferença, será impossível tirá-la deste concorrente direto na sequência, nos outros 12 pontos que ainda serão disputados. Além dele, a Ponte está atrás de postulantes ao acesso como CSA, Juventude e Guarani.

Caso passe pelo Cuiabá, tudo muda de figura.

Se chegar aos 50 pontos, a Ponte já diminui a diferença sobre o time mato-grossense para quatro pontos, e aí vai ficar na dependência de ganhar outros jogos na sequência e aguardar tropeços de concorrentes.

ZANOCELO

A Ponte Preta corre contra o tempo na tentativa de prorrogação de contrato com o meio-campista Vinícius Zanocelo, de 19 anos de idade.

Revelado na base do clube, o atleta tem contrato até o final desta temporada, e já há sondagens de clubes em torno do futebol dele que pode, a partir de junho, assinar pré-contrato com qualquer agremiação, visto que ao final do ano os direitos econômicos já vão lhe pertencer .

Bobeou a diretoria da Ponte Preta ao não buscar solução do caso com bastante antecedência.

LONGUINI

A exemplo das passagens por Guarani e Ponte Preta, o meia-atacante Rafael Longuini não foi bem-sucedido no CRB, e já rescindiu contrato iniciado em janeiro do ano passado.

Longuini interrompeu participação na equipe alagoana após 11 partidas, em decorrência de lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito, que exigiu cirurgia.

ARIOVALDO IZAC - -
Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.
Veja perfil completo
Veja todos