Figueirense dá uma mãozinha aos clubes de Campinas

CSA fica apenas no empate em Santa Catarina, assume G4 mas deixa aberta a briga pela quarta vaga de acesso

por ARIOVALDO IZAC - - - Campinas

A gente fica veião e não aprende que qualquer prognóstico em jogos da Série B do Campeonato Brasileiro é enorme o risco de bola fora.

Mozart, técnico do CSA
Mozart, técnico do CSA

Do incapaz Figueirense foi prognosticado que não se sustentaria diante do CSA, mesmo na condição de mandante.

Que nada! Ambos ficaram no empate sem gols na noite desta sexta-feira, resultado muito bem recebido por Guarani e Ponte Preta.

Afinal, o CSA sobe para 52 pontos e dista apenas quatro do Guarani e cinco da Ponte Preta.

Assim, quando se presumia que a terceira vaga de acesso já teria dono, que esse dono seria o time alagoano, recomenda-se, por ora, riscar tudo.

Duas vagas continuam abertas, visto que as duas primeiras já ficaram com América Mineiro e Chapecoense.

PARANÁ

E o CSA continua sua trajetória fora de casa, agora para enfrentar o desesperado Paraná, que nesta sexta-feira foi derrotado pelo Náutico por 2 a 1, em Recife.

Um novo empate do CSA será ótimo para os clubes campineiros, desde que façam a sua parte e conquistem vitórias em seus próximos compromissos.

PONTE PRETA

Qualquer outro resultado da Ponte Preta que não seja o de vitória contra o Cuiabá, em Campinas, praticamente vai tirá-la do objetivo de brigar pelo acesso.

Com 47 pontos, se a Ponte empatar vai continua sete pontos atrás do Cuiabá, o que será praticamente impossível a reversão, convencionando-se o cenário seguinte de mais 12 pontos em disputa.

GUARANI

Na hipótese de se confirmarem as suspeitas de surto de covid-19 no elenco bugrino, o time estaria enfraquecido para enfrentar o CRB na próxima segunda-feira, em Alagoas.

Na relação dos suspeitos estão dois goleiros: Gabriel Mesquita e Jefferson Paulista. Neste caso, o treinador Felipe Conceição teria que recorrer ao instável Rafael Pin para a meta.

Outros com risco de testarem positivo são Bruno Silva, Lucas Crispim, Victor Ramon, Waguininho e Wálber, porém o zagueiro já estava excluído do jogo do Nordeste, porque está suspenso.

CADÊ VOCÊ

Personagem da coluna Cadê Você é o ex-pontepretano Wagner, atacante que passou cinco anos em Campinas na década de 80.

Em Memórias do Futebol o áudio relata um pouca há história de Tato, ex-ponteiro-esquerdo do Fluminense.

ARIOVALDO IZAC - -
Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.
Veja perfil completo
Veja todos