Guarani dá chance para Conceição se redimir do absurdo ao deixar Claudinho na reserva

Treinador chega para substituir Ricardo Catalá

por ARIOVALDO IZAC - - - Campinas

Portal da casa, o FI, carimba a contratação do treinador Felipe Conceição como sucessor de Ricardo Catalá, para comandar o elenco do Guarani.

Evidente que ninguém consegue por acaso uma recuperação como ocorreu com o América Mineiro na Série B do Brasileiro, ano passado, quando terminou em quinto lugar.

É sabido que o último clube de Conceição foi o Bragantino, demitido pelo rendimento tido como insatisfatório.

A pergunta que não quer calar certamente será feira na apresentação do profissional em Campinas: por que teve a coragem de deixar o meia Claudinho no banco de reserva, justamente o melhor jogador do Bragantino na temporada passada?

Qualquer que seja a resposta será injustificável.

Se argumentar que tecnicamente o atleta atravessava má fase, não daria pra engolir perda da vaga quer para Morato, quer Vitinho.

É aí que o comandante precisa trabalhar para recuperar a plenitude da forma técnica do atleta.

Se for problema de indisciplina, o comandante calejado tira de letra para o devido enquadramento, que não seja o de punir o próprio clube.

Convencionemos que esse desajuste seja águas passadas, então o jeito é conferir como o trabalho vai ser conduzido.

RECUPERAR ATLETAS

É prioritário a recuperação técnica de atletas que estão abaixo de suas reais condições técnicas, como os laterais Pablo e Bidu, zagueiro Bruno Silva e meia Giovanny.

Treinador que chegar falando manso com a cartolada está fadado a não ter vida longa no clube.

Portanto, a primeira condição que Conceição deveria ter imposto aos dirigentes é busca no mercado de reforços.

Reforços, não apenas contratações.

Guarani tem carência de pelo menos atacante de velocidade, centroavante cabeceador e um zagueiro.


ARIOVALDO IZAC - -
Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.
Veja perfil completo
Veja todos