Se o São Paulo optar por time reserva, melhor para o Guarani

Se o São Paulo optar por time reserva, melhor para o Guarani

por ARIOVALDO IZAC - - - Campinas

Quem diria que a última rodada da fase classificatória do Paulistão fosse movida por emoções?

Aquilo que parecia certo tornou-se incerto. Desacreditados de repente colocaram as caras, e sabiamente a Federação Paulista de Futebol programou todos os jogos deste domingo a partir das 16h.

Tudo aparentemente conduzido para que clubes conquistem vagas ou escapem do rebaixamento na bola, sem subterfúgio.

Aí surge a informação de que o São Paulo vai colocar um time reserva contra o Guarani.

Caso se confirme isso, seria um terrível desrespeito ao Corinthians, que briga por vaga, mas depende de vitória são-paulina.

Fernando Diniz
Fernando Diniz

O fato de poupar jogadores titulares agradaria em cheio parte da torcida são-paulina - que quer rechaçar o Corinthians -, mas independentemente do resultado do jogo certamente significaria fechamento de uma porta no mercado de trabalho para o treinador Fernando Diniz, pois o corintiano jamais o perdoaria.

MELHOR PARA O GUARANI

Então, que o Guarani saiba tirar proveito de suposto enfraquecimento do adversário, até porque não tem absolutamente nada a ver com isso.

Sejam quais os jogadores que Diniz escale, o time bugrino vai buscar de todas as formas o resultado de vitória, pois classificando-se o clube já garante o prêmio de R$ 400 mil, e o direito de avançar ainda mais na competição, em eventual duelo diante do Bragantino.

ARIOVALDO IZAC - -
Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.
Veja perfil completo
Veja todos