Cenário projeta semanas sombrias para quem está envolvido no futebol

Imaginem se confirmarem previsões de que a normalização dessa 'praga' ocorra somente dentro de 20 semanas?

por ARIOVALDO IZAC - - - Campinas

Gente, o que vai ser do futebol ? Esse coronavírus vai mexer com toda a estrutura daqueles que estão envolvidos direta e indiretamente nele.

Imaginem se confirmarem previsões de que a normalização dessa 'praga' ocorra somente dentro de 20 semanas?

Se a bola parar de rolar até lá em partidas oficiais, o reflexo será desastroso.

Seria quebradeira à vista de segmentos ligados ao futebol.

Televisão, sustentação dos clubes, vai continuar bancando verbas sem que produto seja oferecido ao consumidor?

Após dérbi, cenário triste para o nosso futebol
Após dérbi, cenário triste para o nosso futebol

Anunciante tolerará cumprir rigorosamente compromissos assumidos, considerando-se que a marca não será exposta no local convencionado?

Eis aí o irremediável caminho dos portões fechados, como medida paliativa ao problema.

DINHEIRO

Caso haja congelamento de verbas da televisão, receita zero de bilheterias, desmobilização do sócio-torcedor, fuga de anunciantes que estampam marcas em camisas de jogadores, como os clubes vão sobreviver?

Como vão arcar com o alto custo do Departamento de Futebol, e por extensão funcionários em geral?

Além de elencos e comissões técnicas, são médicos, massagistas, enfermeiros, fisiologistas, analistas de desempenho, profissional do jurídico, etc, etc.

Isso quando o clube não remunera dirigentes.

Virá de onde o dinheiro para custear pagamentos de salários e manutenção de praxe?

MÍDIA PADECE

Tendência natural é de que veículos de comunicação igualmente padeçam dos males.

O rádio, segmento ativo para divulgação e debate do futebol, vai preencher horários de sua programação de que forma?

Com esvaziamento do noticiário, seria sintomática a redução drástica de audiência.

E o anunciante, como fica nisso?

Ao propagar o produto, o objetivo lógico é retorno do investimento. Será ele tolerante, visto que o cenário é provocado por contingência natural?

EMPREGOS

Vejam a cadeia de empregos com tendência a ser afetada, caso se confirme previsões de agentes de saúde de 20 semanas de prolongamento desse assombroso vírus.

Por extensão seriam afetadas equipes de arbitragens, bilheteiros e outros incontáveis segmentos que se enquadram no contexto.

Então, que agentes de saúde estejam errados nas previsões, que se descubra rapidamente vacina para esse monstro, ou que uma alma viva tenha criatividade pra colocar em prática um plano B que minimize os males.

ARIOVALDO IZAC - -
Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.
Veja perfil completo
Veja todos