Quarenta anos depois, público encolhe no Estádio Moisés Lucarelli

Quarenta anos depois, público encolhe no Estádio Moisés Lucarelli

por ARIOVALDO IZAC - - - Campinas

Segundo estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a cidade de Campinas contava com 664.559 habitantes em 1980.

Foi o ano em que o borderô do Estádio Moisés Lucarelli registrou público de 6.197 pagantes por ocasião do jogo em que a Ponte Preta venceu o Juventus por 1 a 0, numa quarta-feira à noite.

Considere que o fato de o Juventus ter torcida reduzida, se muito trouxe a Campinas 50 pessoas.

Na sequência, quem sairia de São José do Rio Preto para assistir à derrota do América para a Ponte por 3 a 0?

Então considere que quase 100% do público pagante naquele jogo foi de pontepretanos, de 7.505 pagantes.

As duas vitórias consecutivas em seus domínios fizeram o público de pontepretanos aumentar no jogo contra o Botafogo de Ribeirão Preto, na vitória por 3 a 2, com 9.411 pagantes.

PÚBLICO ENCOLHE

Ano passado a população de Campinas quase dobrou comparativamente a 1980, ao atingir 1.204.073 habitantes, segundo o mesmo IBGE.

Aí vieram os chamados grandes clubes a Campinas, nesta temporada, e o público de pontepretanos encolheu nestes jogos, programados com torcida única.

Contra o Corinthians foram 4.037 pagantes. Diante do Palmeiras aumentou um pouquinho só: 4.338.

O papel da postagem foi apenas informar. Fazer comparativo de 40 anos.

ARIOVALDO IZAC - -
Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.
Veja perfil completo
Veja todos