Flamengo, um colírio aos olhos para quem gosta de futebol

Flamengo, um colírio aos olhos para quem gosta de futebol

por ARIOVALDO IZAC - - - Campinas

Prioridade da coluna é o futebol de Campinas, mas como há tempo para se discutir o futuro de Ponte Preta e Guarani, acompanhar o Flamengo nesta reta final do Campeonato Brasileiro passou a ser uma obrigação.

E que vitória do Flamengo, de virada: 4 a 1 sobre o Ceará, fora o show. Fora a beleza de um time insaciável. Aquele gosto de quero mais.

Bruno Henrique comandou trenzinho e fez hat-trick no Flamengo
Bruno Henrique comandou trenzinho e fez hat-trick no Flamengo

Quem não viu, que veja o quarto gol do Mengo, através do atacante Vitinho: uma pintura. Foi driblando, costurando, e, quando a jogada clareou, o que se viu foi aquela batida seca no canto, e indefensável. O que que falar do atacante Bruno Henrique? Três gols, na clara demonstração de oportunismo.

Vejam que o Flamengo poupou vários titulares, sem que isso resultasse em queda de rendimento.

MISTER

Se a treinadorada brasileira ainda não quer dar o braço a torcer sobre a competência do comandante português Jorge Jesus, que aprenda como se deve ter apropriada leitura de jogo e coragem para colocar em prática aquilo que precisa ser feito.

Jesus, o Mister, deu chance ao atacante Reinier exatos 36 minutos. Aí, com a clara percepção que o time não teria ganho com o garoto, tratou de substitui-lo.

Claro que ele saiu de campo contrariado, mas como o Mister tem pleno domínio de vestiário, de certo vai explicar os motivos que levaram-no à substituição.

Entrou Vitinho para atuar pelo lado esquerdo, e mudou a configuração tática ofensiva da equipe, com opção de Bruno Henrique centralizado.

Como o time flamenguista martelava e não chegava ao empate, o Mister foi mais ousado ainda: sacou Diego, que era o segundo volante, e colocou o atacante Lincoin centralizado, puxando novamente Bruno Henrique para a esquerda, e trocando Vitinho de lado: da esquerda à direita.

Com isso Everton Ribeiro, juntamente com Arrascaeta, foram os organizadores, o jogo foi transformado em ataque contra defesa, um massacre com bola na trave e sequência de gols.

A cara deste Flamengo é de quem joga futsal num gramado de 110m x 75m.

Parabéns! A taça é sua flamenguista. Comemore.

ARIOVALDO IZAC - -
Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.
Veja perfil completo
Veja todos