CSA, nada melhor de que os principais clubes da Série B

CSA, nada melhor de que os principais clubes da Série B

por ARIOVALDO IZAC - - - Campinas

1 - Nesta quarta-feira Pelé completa 79 anos de idade. Pois ele é personagem da coluna Cadê Você da semana. Além da retrospectivas de quem foi Pelé nos tempos de jogador, foco igualmente para os anos difíceis que ele atravessa, com sequência de cirurgias e dificuldade de locomoção.

2 - O mesmo material foi produzido em áudio na coluna Memórias do Futebol, que voltou conjuntamente com o blog. Antes dele tem coluna sobre o ex-lateral Marques, de Palmeiras e Ponte Preta, que perdeu a memória sobre a passagem dele no futebol; onze anos sem o volante caipira Chicão; e registro nos tempos em que o Juventus contou com 137 mil associados.

3 - Se Buenos Aires, capital dos argentinos, sempre respirou futebol, imaginem o clássico entre os rivais Boca Junior e River Plate na noite desta terça-feira, quando sai o primeiro finalista da Libertadores.

Botafogo venceu o CSA
Botafogo venceu o CSA
4 - CSA, derrotado pelo Botafogo por 2 a 1, nesta segunda-feira, não tem nada diferente de que os principais clubes integrantes da Série B. Eis aí a triste realidade de agremiações com cotas financeiras inferiores, na tentativa de se manterem na elite do futebol nacional.

4A - Isso é indício de que qualquer clube da B que subir vai encontrar tremenda dificuldade para se manter, na hipótese de não se reforçar.

4B - Volante João Vitor, ex-Ponte Preta e hoje no CSA, continua botinudo. Já havia recebido cartão amarelo e depois pisou maldosamente no pé do atacante Diego Souza, do Botafogo. Conclusão: expulso aos 35 minutos do segundo tempo.

5 - Discussão por aí sobre Guarani girou em torno do goleiro Kléver, que de fato tem falhado. Ora, zagueiro Luís Gustavo também não falhou nos dois últimos jogos? Por que apenas o goleiro é visado?

6 - Trinta de novembro acaba tudo na Série B. Exceto Coritiba e Cuiabá - em jogo atrasado - os demais clubes da competição participam de mais oito jogos. Então, façam as suas contas.

7 - Sobre Ponte Preta ainda cabem reflexões feitas na edição anterior e sequer debatida pelos parceiros.

ARIOVALDO IZAC - -
Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.
Veja perfil completo
Veja todos