Se o São Bernardo tropeçar, Guarani pode até assumir o topo. E a Ponte?

Time bugrino precisa vencer o XV de Piracicaba, em Campinas

por ARIOVALDO IZAC - Campinas

O fraco Juventus seria capaz de programar uma surpresinha sobre o líder São Bernardo no Campeonato Paulista da Série A2, a partir das 16h desta quarta-feira na Rua Javari?

Difícil, considerando-se os últimos dois tropeços do Juventus para Batatais e Sertãozinho.

Todavia, caso o Juventus justifique o apelido de Moleque Travesso, com travessuras desde outros carnavais, o São Bernardo patinaria nos 14 pontos e o Bugre tem chances de chegar a 15. Assim, ocuparia a liderança em caso de vitória sobre o XV de Piracicaba, em jogo programado às 19h30 no Estádio Brinco de Ouro.

O certo é que esse início de sétima rodada não poderia ter sido melhor pro Guarani. O cotado Oeste já começa a tropeçar nas próprias pernas, com nova derrota em casa - desta vez para o Nacional por 2 a 1 -, enquanto o Penapolense patinou em seus domínios ao ceder empate por 2 a 2 à Inter de Limeira, em noite de chuva ‘torrencial’ em Penápolis neste terça-feira, com vestiário dos limeirenses sem energia elétrica.

PONTE EM RIBEIRÃO

O que esperar da Ponte Preta em Ribeirão Preto?

De repente, mesmo com reconhecidas limitações, esse time pontepretano se dá bem quando leva a campo a proposta de se defender e jogar por uma bola.

A matemática começa a ser colocada sobre a mesa. Com oito pontos, em caso de derrota a Ponte corre risco de ser ultrapassada na hipótese de o Santo André vencer a Ferroviária, na condição de visitante. Nesse caso, o time do ABC pularia de sete para dez pontos.

ARIOVALDO IZAC
Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.
Veja perfil completo
Veja todos