Copa América: Bolívia tem de improvisar com vestiário pequeno no CT do São Paulo

Como o clube paulista também fez atividades no local e usou o vestiário principal, a delegação boliviana teve de ficar no vestiário 2

por Agência Estado

São Paulo, SP, 11 - A seleção da Bolívia teve de improvisar ao utilizar o vestiário no treino realizado no CT do São Paulo na tarde desta terça-feira. Como o clube paulista também fez atividades no local e utilizou o vestiário principal, a delegação boliviana teve de ficar no vestiário número 2 do centro de treinamento, com um espaço menor, para se preparar para a estreia na Copa América diante do Brasil.

Alguns materiais, como chuteiras e caneleiras, ficaram do lado de fora em uma situação que incomodou o técnico Eduardo Villegas. Com o início do treino, a comissão técnica minimizou o episódio. Por meio de sua assessoria de imprensa, o São Paulo informou que os bolivianos já haviam sido avisados sobre a situação.

Eduardo Villegas: confiança
Eduardo Villegas: confiança
VIAGEM ANTECIPADA
O clube do Morumbi antecipou sua viagem a Belo Horizonte para oferecer seu centro de treinamento para as seleções a partir desta quarta-feira.

O último treino comandado por Cuca antes do duelo contra o Atlético-MG, na quinta-feira, pelo Campeonato Brasileiro, será no CT do Cruzeiro, já em Minas Gerais.

A equipe do técnico Eduardo Villegas se prepara para enfrentar o Brasil, na próxima sexta-feira, na estreia do Grupo A da Copa América. O objetivo principal da Bolívia é superar a fase de grupos. Os outros dois rivais são Venezuela e Peru.

Nos quatro amistosos que disputou em 2019, a equipe soma um empate (Nicarágua) e três derrotas (França, Japão e Coreia do Sul).