Luto! Morre no Rio um dos maiores treinadores do futebol brasileiro

Foi campeão paulista com o Corinthians e dirigiu grandes do Rio

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 24 (AFI) - Uma terça-feira triste para a história do futebol. Morreu no Rio de Janeiro o ex-treinador Jorge Vieira, que entre os anos 1960/1980 foi um dos principais treinadores do Brasil chegando a ser cotado para assumir a Seleção Brasileira. Vítima de um enfarto e tendo acabado de completar 78 anos, Jorge Vieira faleceu no Hospital Prontocor. O enterro de Jorge Vieira será nesta quara-feira às onze horas no cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro.

Nascido no Rio de Janeiro em 18 de julho de 1934, Jorge Silva Vieira começou a carreira de treinador muito jovem no América do Rio e depois dirigiu grandes times do Brasil e do Exterior. No América surpreendeu o Brasil ao dirigir o time que foi campeão carioca de 1960. Na ocasião Jorge Vieira tinha apenas 26 anos e comandou o América em sua última conquista de relevância em uma equipe lendária com craques como Pompéia, Djalma Dias e Quarentinha.

No interior paulista
Em São Paulo, Jorge Vieira dirigiu a Ponte Preta e o Botafogo nos anos 1970 tendo montado um dos melhores times da história do time de Ribeirão Preto com uma equipe que tinha craques como Lorico, Sócrates e Geraldão. O sucesso no Botafogo abriu portas para times grandes e Jorge Vieira dirigiu o Palmeiras no vice-campeonato brasileiro de 1978 e o Corinthians, onde foi campeão paulista em 1979 e em 1983, quando lançou Casagrande no time da "Democracia Corintiana".

Em 1991 voltou a dirigir a Ponte Preta, que vivia um momento de transisção política e no futebol.

Comandou vários outros times como Botafogo-RJ, Vasco-RJ, Bahia-BA, entre outros, mas trabalhou muito tempo no Exterior, principalmente no Oriente Médio e no México. Em 2003 deu uma polêmica entrevista ao jornalista Milton Neves dizendo que era amigo do ex-Ditador do Iraque, Saddam Hossein.

Em El Salvador
Jorge Vieira dirigiu ainda outras equipes no Brasil e no Exterior, onde chegou a comandar a Seleção de El Salvador. Em 1999, Jorge Vieira ainda teve uma passagem pelo Araçatuba, mas já não tinha a mesma vivacidade de antes. Em 2007 ainda ajudou o combalido América como coordenador técnico.

Nos últimos anos vivia confortavelmente com a família em seu apartamento no bairro de São Conrado no Rio de Janeiro, mas sempre acompanhando jogos de futebol pela televisão e participando de programas esportivos como entrevistado.

 
 
" />