Pizza? Deputado tucano lidera "luta" para impedir CPI contra CBF e Teixeira

Garotinho começou a recolher assinaturas para a instauração de uma CPI, na semana passada

por Agência Futebol Interior

Deputado paraibano apoia Ricardo Teixeira

Brasília, DF, 21 (AFI) – O lobby do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para conseguir aliados em Brasília surtiu efeito. Um dos novatos no Congresso Nacional, o deputado federal Ruy Carneiro (PSDB-PB) vai encabeçar, nesta semana, um movimento para “barrar” a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que pretende investigar a entidade e a organização da Copa do Mundo de 2014. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Carneiro pretende convencer outros deputados a retirarem suas assinaturas favoráveis à CPI, arquitetada pelo deputado federal Anthony Garotinho (PR). Além disso, fará um discurso “pró-Teixeira” na Comissão de Esporte e Turismo da Câmara, que acontece nesta terça-feira.

Para impedir a tentativa de instauração de uma CPI, o deputado tucano atacou Garotinho. “Não há nenhuma acusação feita por Garotinho que seja comprovada. Não podemos cair na leviandade”, disparou Carneiro, completando que assinaria o pedido somente se a defesa de Ricardo Teixeira não o convencer.

Garotinho começou a recolher assinaturas para a instauração de uma CPI, na semana passada, após declarar publicamente que Ricardo Teixeira lidera uma “quadrilha que assalta os cofres públicos”. A afirmação foi uma alusão aos dados divulgados pelo Tribunal de Contas da União (TCU), de que os cofres públicos irão arcar com 98,56% dos R$ 23 bilhões previstos para o orçamento das obras para a Copa de 2014.

Para que a CPI seja aprovada, Garotinho terá de colher 171 assinaturas dos 513 integrantes da Câmara dos Deputados. De acordo com informações do ex-governador do Rio de Janeiro, 117 deputados já o haviam apoiado, entre eles o tetracampeão Romário (PSB-RJ).

aaa