Antes de criticar Brasil, Fifa define onde será abertura da Copa de 2014

As reformas do Maracanã custarão cerca de R$ 1,1 bilhão; Cofres públicos vão bancar?

por Agência Futebol Interior

Itaquerão deve custar o "olho da cara" aos cofres públicos

São Paulo, SP, 31 (AFI) – A cidade de São Paulo, ao que tudo indica, deve mesmo receber a abertura da Copa do Mundo do Brasil, em 2014. A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo, nesta quinta-feira, mas a definição da Fifa aconteceu antes mesmo das críticas feitas pelo seu presidente Joseph Blatter, na última segunda-feira.

De acordo com as informações, Blatter teria garantido que a abertura acontecerá na sede paulista, que provavelmente será o “pseudo-estádio” Itaquerão, que ainda não siau do papel. Serão seis jogos em São Paulo e sete no Rio de Janeiro, incluindo a grande final.

Na última segunda, Joseph Blatter fez duras críticas em relação às obras para a Copa. Para ele, o Brasil está muito atrasado em relação à África do Sul, quando se preparava no mesmo período para a realização do último Mundial.

O mandatário da entidade lembrou que antes mesmo da Copa, o Brasil será sede da Copa das Confederações, onde a maioria dos estádios já deverão estar em fase final de acabamento.

“O Brasil está atrasado em relação à África do Sul neste mesmo período. Faltam três anos para o Mundial e dois para a Copa das Confederações e, em 2007, os sul-africanos estavam mais adiantados do que os brasileiros estão agora”, disse Blatter.

Este atraso deve motivar ainda mais o aumento dos gastos públicos com a construção e reformas de estádios. No Maracanã, por exemplo, estava previsto um gasto de R$ 705 milhões em reformas, mas o valor já subiu para R$ 1,1 bilhão. Já o Itaquerão teve como primeiro valor divulgado R$ 600 milhões. Alguém duvida que o valor vai subir?