Jornalista falastrão é condenado por ofensas à presidente da CBF

Juca terá de pagar 50 salários minímos como punição

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 30 (AFI) - Como diria o velho ditado, o Peixe morre pela boca. Nesta segunda-feira, o Supremo Tribunal Federal condenou o jornalista Juca Kfouri à pagar 50 salários minimos por matéria publicada no Jornal dos Sports, em 1999, contra o presidente da CBF, Ricardo Teixeira.

A sentença foi dada pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e o jornalista não tem mais direito a recorrer a sentença, pois esta foi a última instância. O pagamento da punição já foi feito junto a 8ª Vara Cível da Capital - RJ onde tramita o processo.

Na matéria, entitulada "Edson, o Capeta", Juca faz comentários caluniosos e depreciativos contra o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, que decidiu processar o jornalista.