Várzea! Jogador é expulso agride árbitro e sai escoltado de campo

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 29 (AFI) – Um fato, no mínimo inusitado, marcou a final do primeiro turno do Campeonato Roraimense. O zagueiro Edinho do Náutico agrediu o árbitro Zacarias Santiago depois de ser expulso no inicio do segundo tempo da partida contra o Baré, quebrou os cartões amarelos e saiu escoltado pela Polícia Militar de Roraima.

Leia mais:
De novo? Ex-craque da Inglaterra é pego dirigindo alcoolizado

A confusão começou logo no primeiro minuto do segundo tempo quando o volante do Náutico, Otávio fez falta dura e foi expulso após receber segundo cartão amarelo. Indignados os jogadores da equipe, partiram para cima do arbitro, que conseguiu conter os ânimos.

Porém, seis minutos depois, novamente um jogador do Náutico fez falta dura e foi expulso. Só que desta vez não teve não teve conversa. Edinho, zagueiro da equipe, partiu para cima de Zacarias Santiago, tomou o cartão da mão do juiz, quebrou eles no meio e agrediu o árbitro.

Vendo a confusão a PM de Roraima entrou no gramado para conter os ânimos dos jogadores, paralisando a partida por dez minutos. Indignado com a agressão o árbitro não queria recomeçar a partida enquanto os jogadores não saíssem dos vestiários do estádio.

Minutos depois após cometer uma falta o zagueiro Edinho recebeu outro cartão amarelo e depois o vermelho sendo expulso. O jogador não ficou satisfeito e agrediu o árbitro, tendo ainda tomado os cartões e quebrou os mesmos para depois atirá-los no gramado.

O elenco do Náutico ficou revoltado com o árbitro. Por conta da confusão a PM entrou em campo e minutos depois com o jogo foi reiniciado, quando Otávio e Edinho foram retirados do vestiário do Estádio Ribeirão, em Boa Vista, e fossem levados para a arquibancada.

Depois da confusão a partida foi reiniciada e o Baré foi campeão ao vencer o jogo por 2 a 1. O segundo turno do Estadual tem inicio neste sábado, com duas partidas. O Rio Negro recebe o GAS e o Baré pega o Roraima.