Reforço do Verdão detona Marcos Braz, vice de futebol do Flamengo

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 29 (AFI) - Apresentado nesta segunda-feira como novo reforço do Palmeiras, o atacante Bruno Paulo já se envolveu em polêmica e fez duras críticas à Marcos Braz, vice presidente de futebol do Flamengo, clube que o jogador defendeu até o ano passado.

Veja também:
BOMBA! Meia do Chelsea pode parar em time do Brasileirão


Bruno Paulo chegou a ficar encostado por seis meses no time carioca e atacou o dirigente ao lembrar o período difícil que viveu no Mengão. "Ele é um ignorante. Me chantageou no ano passado. Ele queria me obrigar a renovar contrato. Disse que, se eu acertasse, seria utilizado pelo Andrade e ganharia medalha no final do campeonato", disse.

"Eu não aceitei, passei o caso para o meu empresário e, desde então, não fui mais utilizado. O Andrade foi contra, conversou muito comigo, mas não voltei a jogar", lamentou. O vínculo do atacante com o Flamengo terminou no dia 28 de fevereiro, deixando o atleta livre para acertar com o Verdão.

No ano passado a diretoria do Flamengo procurou o jogador para renovar seu contrato, mas as partes não chegaram a um acordo e Bruno Paulo não foi mais utilizado. Antes, o atacante tinha atuado em três partidas pelo Brasileirão 2009, contra Barueri (1 a 1 no Maracanã), Santos (2 a 1 na Vila Belmiro) e Goiás (2 a 3 no Serra Dourada).

Clube é poupado
Apesar do pesadelo que viveu no clube carioca, o atacante afirmou não guardar mágoas do Flamengo, reforçando que o problema era somente com Marcos Braz. "Tudo que sou hoje na carreira devo ao Flamengo. Passei dez anos da minha vida lá. Não tem como não gostar do Flamengo. Meu problema lá era pessoal", afirmou.

O atacante não é o primeiro jogador do Rubro-negro a ter problemas com o dirigente. No mês passado, Petkovic discutiu com Braz no vestiário após a vitória por 5 a 3 do time contra o Fluminense e quase saiu do clube em virtude de seu mal relacionamento com o vice de futebol.