Au, au, au.. Cachorro da Policia Militar morde árbitro na Série B

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 29 (AFI) – O árbitro paulista, Guilherme Cereta de Lima, foi atacado por um cachorro da Policia Militar. O profissional do apito se preparava para acompanhar a partida entre Ponte Preta x Paraná, na tarde deste sábado, no Estádio Moisés Lucarelli, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Veja também:
Confusão! Torcida de Ponte Preta e Guarani entram em conflito

Cereta estava dentro do gramado fazendo a supervisão, quando o cachorro mordeu sua perna. O policial que estava com o cão devidamente na coleira não soube explicar o motivo que levou o animal a agira daquela forma, mas estima-se que o barulho dos torcedores pode ter provocado tal reação.

"Já tinha tomado aquela de cachorrinho pequeno, mas essa doeu e muito. Quarta-feira vai dar para apitar normalmente", disse o quarto árbitro ao retornar mancando ao gramado com pontos no ferimento.

Após ser atacado, o quarto árbitro da partida recebeu os atendimentos nos vestiários, onde o médico da Macaca e o massagista fizeram o socorro. Nos campos de futebol são comuns policiais militares utilizarem cães adestrados para conter torcedores mais exaltados e garantirem a segurança do espetáculo.

 
 
" />