COPA DA INGLATERRA: Aubameyang faz dois, Arsenal bate Chelsea e fatura título

Além dessa conquista, o Arsenal se garantiu na fase de grupos da Liga Europa

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 01 (AFI) - Na final londrina da Copa da Inglaterra, o Arsenal se deu melhor, superou o Chelsea por 2 a 1 e faturou o título, encerrando jejum de três anos sem conquistas - último título foi a Supercopa da Inglaterra, em 2017.

Com seu 14º título, o Arsenal amplia sua hegemonia na competição de futebol mais antiga do mundo, da qual é a maior vencedora. Foi a terceira vez que os rivais de Londres se enfrentaram na final da Copa da Inglaterra. E nas três ocasiões o Arsenal levou a melhor.

A partida foi realizada no início da tarde deste sábado no estádio Wembley, sem torcida. Além dessa conquista, o Arsenal se garantiu na fase de grupos da Liga Europa - a equipe ficou de fora pelo Campeonato Inglês, uma vez que terminou em oitavo lugar.

Aubameyang marcou os dois gols do Arsenal no título
Aubameyang marcou os dois gols do Arsenal no título

O JOGO

Sem o brasileiro Willian, que não se recuperou das dores a tempo da partida, o Chelsea teve um início superior. Pressionou o rival e foi recompensado cedo, aos cinco minutos, com um belo gol de Pulisic. No lance, Giroud ajeitou de calcanhar para o americano, que se livrou da marcação e tocou na saída do goleiro Martínez.

O domínio do time de Lampard perdurou até os 20 minutos. A partir daí, o Arsenal apostou nas bolas longas e teve êxito. Foi dessa maneira que foi originado o pênalti cometido por Azpilicueta em Aubameyang. Ele mesmo converteu a cobrança aos 27 minutos da primeira etapa e deixou o jogo empatado.

SEGUNDO TEMPO

Na etapa complementar, o equilíbrio deu o tom. O que fez a diferença a favor da equipe de Arteta foi a menor quantidade de erros e o talento de Aubameyang. Aos 21 minutos, Bellerín puxou contra-ataque em velocidade.

A bola sobrou para Pépé, que encontrou o centroavante gabonês. Com calma e frieza, ele deu uma bela finta em Zouma dentro da área e tocou por cima de Caballero para chegar ao 29º gol na temporada e decretar a virada em grande estilo

PERDEU JOGADOR
Poucos minutos após sofrer a virada, o Chelsea perdeu Kovacic, expulso depois de levar o segundo amarelo por falta em Xhaka.

Com um a menos e sem Pulisic, que saíra machucado no começo do segundo tempo, a possibilidade de reagir foi enterrada e a equipe de Lampard sequer voltou a levar perigo ao gol adversário.

O Arsenal administrou com segurança a vantagem e até o apito final para festejar a 14ª conquista do torneio.