Scaloni promete Argentina com força máxima na disputa do 3º lugar da Copa América

Ele fez uma análise sobre seu camisa 10 e considerou injustas as críticas feitas ao jogador

por Agência Estado

São Paulo, SP, 05 - A Argentina deve ter força máxima na partida contra o Chile neste sábado, na Arena Corinthians, na decisão pelo terceiro lugar da Copa América. O técnico Lionel Scaloni disse que levará a campo o que tem de melhor para "encerrar o torneio da melhor forma".

"A gente vai colocar quem achamos melhor para o jogo", disse. "Todos estão motivados. Todos querem terminar da melhor forma. Não é a mesma coisa ser terceiro e ser quarto. A vitória é importante para mostrar que o rumo, do ponto de vista esportivo, é este", complementou.

Para a partida, o treinador não poderá contar com o meia Acuña e o atacante Lautaro Martínez, suspensos pelo acúmulo de cartão amarelo. Lo Celso e Dybala devem ser os substitutos, respectivamente. Messi não deverá ser poupado. O craque do Barcelona trabalhou normalmente com o restante do elenco nesta sexta-feira no estádio do Pacaembu. Somente os 15 minutos iniciais puderam ser acompanhados pelos jornalistas.

Scaloni promete Argentina com força máxima na disputa do 3º lugar da Copa América
Scaloni promete Argentina com força máxima na disputa do 3º lugar da Copa América
ÍDOLO

Scaloni fez uma análise sobre seu camisa 10 e considerou injustas as críticas feitas ao jogador. "Do meu ponto de vista ele sempre jogou bem. É que a gente está acostumado a ver ele fazer coisas de outro planeta. Quando faz um jogo bom parece que não é o suficiente. Algumas vezes o time tem de se sobrepor. Nisso vi que o grupo também amadureceu", disse.

Para ele, Lo Celso, De Paul e Paredes foram exemplos de atletas que chamaram a responsabilidade durante a competição. "Eles tem de tomar a iniciativa. Em algum momento eles perceberam isso, encararam o desafio e mostraram que podem ajudar a seleção", afirmou.

A escalação, no entanto, não foi confirmada. "Não vamos mudar muito porque estamos bem e queremos terminar da melhor forma. A gente acredita que vai bem amanhã [sábado]. A questão é que a gente queria estar no jogo de domingo. Mas vamos ter de jogar outro jogo, que também é importante. Se jogar bem novamente e continuar por esse caminho a gente vai se dar bem", comentou.