Richarlison leva troféu 'Miss Simpatia' da Copa América; Corintiano o de 'reclamão'

O Placar ao Vivo do Portal Futebol Interior acompanhou todos os jogos in loco

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 05 (AFI) - Poucos sabem o que acontecem nos bastidores de uma partida. O Portal Futebol Interior, então, trouxe ao internauta tal experiência adquirida durante a cobertura da Copa América. Vamos tratar agora um pouco sobre a famosa 'zona mista'. Para quem não sabe, a 'zona mista' é um corredor por onde os jogadores passam depois do jogo para dar entrevistas e atender os jornalistas.

Durante a Copa América, acompanhamos a seleção brasileira em todos os jogos e nos deparamos em vários detalhes. Alguns jogadores atendem todos os jogadores, desde os mais famosos até aqueles de uma rádio local, que está fazendo sua primeira cobertura internacional, com muito sacrifício.

Entre os nomes convocados por Tite, se destacou Richarlison. O ex-atacante de América Mineiro e Fluminense mostrou uma simplicidade ímpar e atendeu os jornalistas sempre que foi abordado, seja jogando, como foi na estreia do Brasil na Copa América, ou até diante da Argentina, em duelo que passou os 90 minutos como opção no banco de reservas. Ele é o grande merecedor do troféu 'Miss Simpatia'.

Richarlison foi o 'Miss Simpatia' da Copa América - Rodrigo Vilalba/Futebol Interior
Richarlison foi o 'Miss Simpatia' da Copa América
Além de Richarlison, Alex Sandro, Gabriel Jesus, Marquinhos, Thiago Silva e Everton procuraram também atender todos os jornalistas presentes na zona mista. Arthur, Casemiro e Alisson despistavam, de vez em quando, mas paravam em determinados pontos para dar entrevista. Já Daniel Alves foi falar mesmo, com bom humor, apenas após o clássico contra a Argentina. Em muitas oportunidades, passou pela 'zona mista' com a cara fechada.

Filipe Luis também também teve o costume de atender a todos, exceção para o duelo diante da Argentina. No entanto, sempre, educadamente, pediu para não falar.

BOLA MURCHA
O destaque negativo ficou por conta do goleiro Cássio. Sem atuar na Copa América, não parou um jogo sequer para falar com os jornalistas. Ele passava rapidamente pela 'zona mista', sempre reclamando ou alfinetando os pedidos dos profissionais de imprensa.