Em São Paulo, Chile tenta recuperar ânimo após derrota inesperada para o Peru

As atividades serão retomadas nesta sexta, no CT do São Paulo, a única antes de pegar a Argentina

por Agência Estado

São Paulo, SP, 04 - Uma eliminação na semifinal, ainda mais por um placar de 3 a 0 diante do Peru, não estava nos planos da seleção do Chile. Atual bicampeã da Copa América, a equipe tenta recuperar o ânimo para a disputa do terceiro lugar, contra a Argentina, neste sábado, na Arena Corinthians.

Mas, logo após a derrota para o Peru, o elenco chileno não escondia a falta de disposição para entrar em campo no sábado.

"É um jogo que não tem importância nenhuma", afirmou o volante Arturo Vidal, principal liderança da seleção chilena. "Vamos jogar apenas para cumprir tabela, como geralmente acontece nas disputas de terceiro lugar."

Um dia após a inesperada queda, a delegação chilena desembarcou em São Paulo nesta quinta, de forma discreta. O grupo não foi a campo para treinar. As atividades serão retomadas nesta sexta, no CT do São Paulo, na única atividade de preparação para o confronto com a Argentina.

Chile já está em São Paulo
Chile já está em São Paulo
ABALADO
Ainda abalado pela derrota de quarta, em Porto Alegre, o zagueiro e capitão Medel agradeceu o apoio da torcida.

"Gostaria de agradecer a todos os torcedores por nos apoiarem. Ontem foi difícil perder, como muitas vezes acontece no futebol. Mas isso não termina aqui. Esta equipe ainda tem muitos desafios pela frente e vamos dar o melhor de nós", declarou o jogador, nas redes sociais.

No sábado, em São Paulo, os chilenos vão rever mais uma vez a equipe argentina, sua vítima nas últimas duas finais da Copa América, em 2015 e 2016. Nas duas ocasiões, o time do Chile bateu a equipe de Lionel Messi nas penalidades.