Timaços do Interior: XV de Piracicaba bateu Bragantino e garantiu acesso em 1968

XV encarou o Paulista e garantiu a taça ao superar por 2 x 0 e o Bragantino por 4 x 3. Ambos jogos disputados no Pacaembu

por Agência Futebol Interior

Colaboração - Vitor Prates

Piracicaba, SP, 12 (AFI) - O XV de Piracicaba celebra 51 anos do título de Campeonato Paulista da Série A2, no dia 16 de janeiro de 1968, contra o Bragantino, o time Piracicabano derrotava o Massa Bruta no Pacaembu e retornava a primeira divisão. A competição teve 30 equipes divididas em duas séries, que eram subdivididas em dois grupos.

XV bateu três rivais no Pacaembu pelo quadrangular
XV bateu três rivais no Pacaembu pelo quadrangular
CAMPEÃO NA 1ª FASE
Na primeira fase, foi disputada em dois turnos e classificou os dois primeiros colocados. Com os oito classificados, as partidas foram disputadas no Estádio do Pacaembu, na cidade de São Paulo.

O XV de Piracicaba foi o campeão do grupo B, com 22 vitórias, seis empates, duas derrotas, 68 gols marcados e 15 sofridos.

O time Piracicabano duelou contra o Votuporanguense vencendo pelo placar de 3 a 1 e empatando o segundo jogo em 0 a 0.

Com isso o Nhô Quim garantiu a vaga no quadrangular final.

QUADRANGULAR
Na primeira partida enfrentou o Ferroviária de Botacutu e mais uma vitória por 2 a 1. Na sequência foi a vez do confronto diante do Bragantino, e vitória por 3 a 0.

Contra o Paulista, a equipe dirigida por Armando Renganeschi, foi surpreendido e perdeu por 1 a 0, com isso todos os times terminaram empatados.

As partidas seguiram no Estádio do Pacaembu e mais uma vez o XV encarou o Paulista e garantiu a taça ao superar o time por 2 x 0 e o Bragantino por 4 x 3.

ESCALAÇÃO CAMPEÃ
O XV de Piracicaba foi a campo com a seguinte formação: Claudinei; Neves, Piloto, Protti e Zé Carlos; Hidalgo e Eli Cotucha; Amauri, Joaquinzinho, Varner e Piau.

Os gols foram marcados por Amauri, duas vezes, Joaquinzinho e Piau marcaram para o Nhô Quim no jogo do título.

O título não foi só esta façanha, o time Piracicabano ainda conquistou a Taça dos Invictos, por ficar 25 partidas sem uma derrota.

A taça foi oferecido pelo Jornal “A Gazeta Esportiva” com a maior série invicta em jogos oficiais organizados pela FPF.

JOGOS DE INVENCIBILIDADE:

JOGO 01 – 21/05/1967 – A.A. Internacional 0 x 3 XV de Piracicaba
JOGO 02 – 25/05/1967 – XV de Piracicaba 2 x 0 Estrada Sorocabana
JOGO 03 – 28/05/1967 – Jabaquara A.C. 0 x 3 XV de Piracicaba
JOGO 04 – 04/06/1967 – XV de Piracicaba 7 x 0 Saad E.C. (São Bernardo do Campo)
JOGO 05 – 11/06/1967 – São Carlos 0 x 2 XV de Piracicaba
JOGO 06 – 18/06/1967 – XV de Piracicaba 5 x 0 A. Esportiva (Guaratinguetá)
JOGO 07 – 25/06/1967 – Ponte Preta 0 x 0 XV de Piracicaba
JOGO 08 – 29/06/1967 – XV de Piracicaba 5 x 0 A.E. São José
JOGO 09 – 02/07/1967 – XV de Jaú 1 x 2 XV de Piracicaba
JOGO 10 – 09/07/1967 – XV de Piracicaba 1 x 0 Ferroviária (Botucatu)
JOGO 11 – 16/07/1967 – XV de Piracicaba 1 x 1 Paulista F.C.
JOGO 12 – 23/07/1967 – Palmeiras (S.J. Boa Vista) 2 x 4 XV de Piracicaba
JOGO 13 – 29/07/1967 – XV de Piracicaba 5 x 0 Taubaté E.C.
JOGO 14 – 06/08/1967 – Bragantino 1 x 1 XV de Piracicaba
JOGO 15 – 13/08/1967 – Nacional A.C. 1 x 1 XV de Piracicaba
JOGO 16 – 21/08/1967 – XV de Piracicaba 3 x 1 A.A. Internacional
JOGO 17 – 26/08/1967 – Estrada Sorocabana 0 x 1 XV de Piracicaba
JOGO 18 – 03/09/1967 – XV de Piracicaba 1 x 0 Jabaquara A.C.
JOGO 19 – 07/09/1967 – Saad E.C. 1 x 3 XV de Piracicaba
JOGO 20 – 10/09/1967 – XV de Piracicaba 2 x 0 São Carlos
JOGO 21 – 17/09/1967 – A. Esportiva (Guaratinguetá) 0 x 1 XV de Piracicaba
JOGO 22 – 24/09/1967 – XV de Piracicaba 1 x 0 Ponte Preta
JOGO 23 – 01/10/1967 – E.C. São José 0 x 0 XV de Piracicaba
JOGO 24 – 08/10/1967 – XV de Piracicaba 3 x 0 XV de Jaú
JOGO 25 – 15/10/1967 – Ferroviária (Botucatu) 1 x 1 XV de Piracicaba

INFORMAÇÕES E FOTO: “A História do XV – Parte II”, Delphim F. Rocha Netto.