Paulista A2: Apresentados, novos jogadores exaltam projeto do XV de Piracicaba

O meio-campista Filipe Cirne, 27 anos, ex-Guarani, e o meia-atacante Marcelinho, 29 anos, ex-Ituano, tiveram discursos semelhantes

por Agência Futebol Interior

Piracicaba, SP, 08 (AFI) - De olho no Campeonato Paulista da Série A2 e na Copa do Brasil, o XV de Piracicaba realizou na tarde desta terça-feira (07), sua primeira entrevista coletiva de apresentações em 2020. O meio-campista Filipe Cirne, 27 anos, ex-Guarani, e o meia-atacante Marcelinho, 29 anos, ex-Ituano, tiveram discursos semelhantes, exaltando pontos como a tradição do Nhô Quim, o técnico Tarcísio Pugliese e o projeto apresentado, que visa recolocar o clube na elite estadual.

Filipe Cirne teve a sua carreira formada, em sua maioria, em agremiações de Brasília. “Ao contrário do que muitos imaginam, o campeonato de Brasília não é fraco, é difícil se jogar, com atletas de qualidade. Muitos saíram de lá e fizeram sucesso no futebol”, comentou o meio-campista, que não tem a disputa como titularidade como preocupação. “Sei do meu potencial, do que sou capaz de fazer e quanto mais peças de qualidade tiverem no elenco, melhor”, falou.

Dupla exalta tradição, treinador e projeto em apresentação no XV
Dupla exalta tradição, treinador e projeto em apresentação no XV
Filipe Cirne, que é um meia mais clássico e tem como função prioritária a criação de jogadas, ainda externou o que foi primordial para o seu acerto com o Alvinegro Piracicabano.

“O XV é um clube tradicional, que tem uma história e possui uma estrutura legal. O que mais pesou na minha decisão de vir para cá, no entanto, foi o Tarcísio, que veio pessoalmente falar comigo, apresentou o projeto e comentou sobre as pretensões da equipe em ser campeã da A2”, disse.

VELHO CONHECIDO
Marcelinho conhece ainda mais o treinador, com quem trabalhou anteriormente, durante três ano, no Ituano.

“Tanto eu sei a forma que ele gosta de armar o time quanto ele sabe o modo como eu atuo”, comentou o meia-atacante, deixando claro, porém, que isso não o coloca como favorito à titularidade. “O dia a dia que vai mostrar quem está mais apto a jogar. Vou fazer o meu melhor e deixar nas mãos do Tarcísio”, comentou o jogador, que possui um estilo diferente.

“Jogo tanto pelas beiradas quanto pelo meio. Onde precisar, estarei pronto para ajudar. Se for escolhido, vou dar meu máximo, como sempre faço. No futebol, temos que estar em uma constante busca por vitórias, títulos, acessos, porque é o que nos fortalece no esporte. Não só eu como todos aqui temos como objetivo subir o XV de divisão e vamos fazer o melhor para que isso aconteça”, concluiu Marcelinho, que vem de acesso da Série D para a C do Brasileiro.

Mercado da Bola
XV de Piracicaba-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Fábio Toth, Leonardo e Mota;

  • Laterais

    Assis, Wallace, Jefferson Feijão, Robertinho;

  • Zagueiros

    Douglas Marques, Gilberto Alemão, Muriel, Paulão;

  • Volantes

    Fraga e Bruno Lima

  • Meias

    Rafael Mineiro, Samuel Andrade, Victor Adame, Hiroshi, Filipe Cirne, Marcelinho e Daniel Costa

  • Atacantes

    Erick Salles, Fabrício, Kadu Barone, Raphael Macena, Caio Mancha e Erik;

  • Técnico

    Tarcisio Pugliese