Em boa sequência, atacante do XV de Piracicaba entra na mira de clubes do Paulistão

Cadu Barone já participou de 37 partidas do Nhô Quim nesta temporada entre Série A2 e Copa Paulista

por Agência Futebol Interior

Piracicaba, SP, 14 (AFI) - O XV de Piracicaba realiza grande campanha na Copa Paulista e está próximo de conquistar vaga na semifinal.

Para carimbar o passaporte ao mata-mata com uma rodada de antecedência, o Nhô Quim precisa vencer o Linense, na próxima rodada, no Estádio Barão de Serra Negra, e torcer para que o Comercial seja derrotado pelo EC São Bernardo, no Primeiro de Maio.

Com ótimo retrospecto nas três fases do torneio regional, um dos destaques do time piracicabano é Cadu Barone.

O atacante vive boa sequência de partidas na temporada - já são 37 entre Série A2 do Campeonato Paulista e Copa Paulista.

Destaque do XV de Piracicaba, Barone entra no radar de clubes do Paulistão
Destaque do XV de Piracicaba, Barone entra no radar de clubes do Paulistão

Ele é um dos atletas que mais atuou no elenco quinzista, sendo titular absoluto no time dirigido por Tarcísio Pugliesi.

"Estamos realizando boa campanha, mas temos de manter os pés no chão. Há ainda mais dois jogos para definir a classificação à semifinal. Vamos manter a concentração para alcançar o nosso objetivo", pontuou.

NO RADAR

Barone é um dos artilheiro do XV de Piracicaba na Copa Paulista. O bom futebol, aliás, já desperta atenção dos participantes da elite estadual de 2020.

Aos 24 anos, o profissional é formado nas categorias de base do Botafogo-SP, pelo qual defendeu por sete anos - também passou como Olé Brasil, Internacional de Bebedouro, Matonense, Cianorte, Comercial, Taquaritinga, Rio Claro e Mirassol, onde ganhou a oportunidade de participou da Série D do Brasileiro em 2018.

Cadu chegou ao XV para disputar a Série A2 do Campeonato Paulista e participou de 18 dos 19 compromisso no torneio.

O atacante foi o autor de um dos gols na semifinal diante da Internacional de Limeira, mas foi eliminado na disputa de pênalti, deixando escapar o acesso.

"O time precisa pegar como lição até porque estávamos vencendo, mas cedemos o empate nos acréscimos e amargamos a queda nos pênaltis. Isso, porém, serviu serviu de lição", garantiu

"Sabemos que não se pode mais cometer este erro, pois pode custar todo o bom trabalho realizado até aqui. O professor tem nos cobrado sempre. Vamos continuar trabalhando em busca da classificação", arrematou.