Copa Paulista: Revelado no XV de Piracicaba, goleiro quer time já focado na 2ª fase

Além disso, Leonardo enaltece chances e cita aprendizado com mais experientes: 'absorver o máximo'

por Agência Futebol Interior

Piracicaba, SP, 15 (AFI) - Trazido para a categoria Sub-20, o goleiro Leonardo, hoje com 22 anos, teve sua formação profissional no XV de Piracicaba, onde evoluiu se espelhando nos mais experientes, o que, segundo o próprio jogador, ainda segue como seu objetivo. Com o respaldo do preparador de goleiros Cristiano Cavalcante, que defendeu durante muito tempo a meta quinzista, o arqueiro do Nhô Quim treina diariamente com Luiz Fernando, 31 anos, e Fábio Toth, que está com 40, todos focados na Copa Paulista.

“O professor Cristiano e o (técnico) Tarcísio (Pugliese) sempre me passam que é para absorver o máximo deles. São dois profissionais exemplares e duas pessoas que eu admiro muito. Temos um convívio muito bom, queremos o sucesso um do outro e procuramos aprender”, disse Leonardo, um dos remanescentes do elenco campeão da Copa Paulista em 2016. O atleta teve sua primeira aparição na edição deste ano no revés por 2 a 1, sofrido para o Atibaia, no Barão.

Revelado no XV de Piracicaba, goleiro quer time já focado na 2ª fase (Foto: Vitor Prates)
Revelado no XV de Piracicaba, goleiro quer time já focado na 2ª fase (Foto: Vitor Prates)
“Não tive muita participação de um modo geral, mas também não tive culpa nenhuma nos gols que aconteceram. Claro que sempre queremos estrear com vitória, com um saldo positivo. Infelizmente, nem sempre isso é possível. Porém, foi importante para eu ganhar ritmo. Sabemos que poderia ter sido melhor e agora é continuar me preparando para estar bem quando surgir outra chance de mostrar meu trabalho”, analisou o goleiro do Alvinegro Piracicabano.

RODÍZIO
Pugliese optou por Leonardo no último confronto em Piracicaba e deve escolher por Fábio na rodada seguinte. “O Tarcísio nos passou que, por termos três goleiros do mesmo nível, ele iria fazer esse rodízio. Eu acho que isso não é prejudicial para ninguém, pelo contrário, acho que só tem a somar. Desta forma, vivenciamos o ambiente de jogo e ficamos prontos para qualquer partida. No meu caso e do Fábio, que não vínhamos atuando, é fundamental”, falou Leonardo.

O desafio em questão será diante do Velo Clube, às 20h00 da próxima sexta-feira, 16, no estádio Benito Agnelo Castellano. O time de Rio Claro está em quarto lugar no grupo 2, com nove pontos, fechando a zona de classificação. “Eu acho que, assim como foi contra o Atibaia, será um jogo difícil, porque o adversário também precisa da vitória e isso torna a partida mais complicada para nós”, externou o jovem arqueiro do Nhô Quim, líder da chave, com 17 pontos obtidos.