Paulistão: XV de Piracicaba apresenta meia Héverton, ex-Corinthians, Ponte e Guarani

O jogador, que foi pivô do polêmico rebaixamento da Portuguesa, retorna ao futebol paulista

por Agência Futebol Interior

Piracicaba, SP, 29 (AFI) - Com 30 anos completados em 2015, o meio-campo Héverton já viveu muitos momentos no futebol. Depois de marcar muitos gols, viajar o mundo e superar uma polêmica histórica, o jogador foi apresentado oficialmente pelo XV de Piracicaba na tarde desta terça-feira, 29, na Sala Bauma de Imprensa, e reforçará o elenco do Alvinegro na disputa do Campeonato Paulista 2016.

O atleta volta a disputar o estadual depois de quatro anos e disse estar ansioso por esse reencontro. “Em 2011, me transferi para a Coréia do Sul e, quando retornei ao Brasil, decidi que não jogaria mais em São Paulo. Porém a chance de defender uma equipe tão tradicional e forte como o XV me fez mudar de ideia. Não pensei duas vezes em aceitar a proposta e espero conseguir ajudar o clube a alcançar o seus objetivos”, disse.

Héverton garante estar recuperado de lesão e disse que antecipou a sua chegada ao estádio Barão da Serra Negra para acelerar a melhora de seu condicionamento físico. “Faz dois meses que estou completamente liberado para jogar. Era para me apresentar apenas em janeiro, mas eu escolhi começar os trabalhos antes, pois sei que precisaria de um tempo a mais que o restante do grupo para estar bem fisicamente. Os treinamentos estão bons e estou melhorando bastante”, comentou.

O jogador também ressaltou que, apesar da idade, pode fazer duas funções dentro de campo. “Posso jogar tanto de meio-campo como de segundo atacante tranquilamente. Busco me adequar ao estilo de jogo proposto pelo treinador, portanto não vejo problema em atuar mais próximo do gol. O time encaixando dentro de campo, tudo tende a fluir melhor, independente da posição”, falou.

Apesar da experiência no futebol, o atleta rechaçou o rótulo de líder da equipe. “Na verdade, eu não venho com esse intuito. Claro que se precisar tomar a frente de alguma situação, farei isso sem problemas, mas estou mais preocupado em voltar a jogar em alto nível, trabalhar e ser reconhecido por aquilo que eu apresentar dentro de campo”, declarou.

 
 
" />