Ídolo do Votuporanguense, ex-Guarani é socorrido em situação de abandono aos 83 anos

Fifi foi revelado nas categorias de base do Bugre e é considerado o maior jogador do Votuporanguense

por Agência Futebol Interior

Votuporanga, SP, 18 (AFI) - Considerado o maior jogador da história do Clube Atlético Votuporanguense, o ex-meia Fifi foi socorrido no último sábado pelo SAMU em situação de abandono.

Hoje com 83 anos, o ex-jogador mora sozinho próximo da região central de Votuporanga. Essa é a segunda vez em menos de dois meses que Fifi precisa ser socorrido por se encontrar bastante debilitado.

Fifi foi revelado nas categorias de base do Guarani
Fifi foi revelado nas categorias de base do Guarani

Encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Fifi não deve voltar para casa. Isso porque a Secretaria Municipal de Direitos Humanos que não tem mais condições do ex-jogador morar sozinho. Seu destino deve ser um abrigo da cidade.

SOBRE ELE!
Nascido em Campinas, em novembro de 1936, Fifi foi revelado nas categorias de base do Guarani e subiu para o profissional com apenas 17 anos.

As boas atuações com a camisa bugrina renderam uma convocação para a disputa do Campeonato Sul-Americano Sub-19, em 1954, pela Seleção Brasileira.

Depois, Fifi ainda defendeu XV de Piracicaba, Fluminense, Botafogo e Atlético-MG até se transferir para a Votuporanguense, onde viveu o melhor momento da sua carreira e ficou até pendurar as chuteiras.

Identificado com o clube e a cidade, Fifi permaneceu em Votuporanga e chegou a morar por muitos anos no antigo estádio do Votuporanguense, precisando deixar o local para a reforma.