Emprestado para rival da Série B, zagueiro entra na Justiça contra o Vitória

Ruan Renato cobra R$ 550 mil do clube baiano por não pagar os salários

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 05 (AFI) - Não é segredo para ninguém que o rebaixamento para o Campeonato Brasileiro da Série B ligou o sinal de alerta no Vitória na questão financeira. O zagueiro Ruan Renato, por exemplo, tenta a rescisão contratual na Justiça.

Em janeiro, Ruan Renato foi emprestado para o Figueirense até o fim do ano e o Vitória ficou de pagar parte dos seus salários durante esse período. O que não aconteceu. A dívida rubronegra com o jogador gira em torno de R$ 550 mil.

O zagueiro Ruan Renato foi emprestado pelo Vitória ao Figueirense
O zagueiro Ruan Renato foi emprestado pelo Vitória ao Figueirense
O problema foi revelado pelo presidente Paulo Carneiro em entrevista à Rádio Metrópole FM, de Salvador, após a vitória sobre o Vila Nova, por 2 a 0, na última terça-feira. Ele colocou a culpa na gestão de Ricardo David, que foi responsável pela negociação.

"O Vitória mandou ele para o Figueirense e assumiu pagar R$ 20 mil do salário, que é cerca de R$ 80 mil, se não me engano. Sabe o que aconteceu? O Vitória não pagou e ele entrou na Justiça reinvidicando rescisão indireta. Igual a esse, deve ter uns R$ 18 milhões em acordos feitos pela antiga gestão e não cumpridos", disse o mandatário.

Contratado em julho de 2018, Ruan Renato tem contrato até dezembro de 2020. Foram apenas sete jogos com a camisa rubronegra antes de ser emprestado ao Figueirense, onde fez 31 partidas e marcou um gol.