Série B: Dirigente confirma, mas minimiza salários atrasados no Vitória

Manoel Matos disse que o clube está com dificuldades para conseguir patrocinadores e pediu ajuda da torcida

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 23 (AFI) - O Vitória não passa um momento delicado apenas dentro de campo, figurando na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B. Fora das quatro linhas, a diretoria vem encontrando dificuldades para honrar seus compromissos com o elenco.

Ex-vice presidente e membro da Comissão de Gestão, Manoel Matos confirmou em recente entrevista para a Rádio Excelsior que o Vitória está em dívida com o elenco e o quadro de funcionários, mas minimizou o problema ao comentar sobre outros clubes, sem citar nomes.

"A gestão do Vitória, em termos salariais, é melhor do que uma porrada de empresas nesse país. É normal as empresas atrasarem por um ou dois mese. Não deveria, concorda? Tem clube no Brasil hoje, de Rio e São Paulo, que deve 13ª ainda. O Vitória deve parte do salário de junho, dos funcionários e dos atletas, e duas folhas de maio", revelou o dirigente rubronegro.

Elenco do Vitória está com salários atrasados e em situação delicada na Série B
Elenco do Vitória está com salários atrasados e em situação delicada na Série B
APOIO DA TORCIDA!

Para solucionar os problemas financeiros, Manoel Matos pediu o apoio da torcida e admitiu dificuldades para encontrar patrocinadores por conta da crise financeira vivida pelo país.

"O torcedor precisa entender que ele é a peça mais fundamental nesse momento., ele tem que vir pro lado do clube. O que precisamos fazer é busca dinheiro novo no mercado, mas quem está patrocinando alguma coisa nesse país? A nossa chance mesmo é o torcedor comprar essa briga. O Vitória precisa dele mais do que nunca", finalizou Matos.

Na zona de rebaixamento, com sete pontos, o Vitória entra em campo nesta terça-feira, contra o Londrina, no Estádio do Café, pela 11ª rodada da Série B.