Jeferson destaca melhora defensiva do Vitória e credita a Paulo Cézar Carpegiani

“O Professor Carpegiani tem uma cobrança muito forte em cima da equipe, de marcação", afirmou o lateral sobre o novo treinador

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 12 (AFI) - A melhora do sistema defensivo da equipe do Vitória foi perceptível após a chegada do técnico Paulo Cézar Carpegiani ao comando da equipe. O Leão ainda amarga a pior defesa do Brasileirão, com 40 gols sofridos em 24 jogos. Porém o time vem em uma ascensão e está invicto há quatro partidas, somando três vitórias, um empate e nenhum gol tomado.

Os três triunfos do Vitória foram pelo placar mínimo, contra o Atlético-MG, América-MG e Vasco, jogo da última rodada. O empate foi contra o Fluminense, por 0 a 0.

Em entrevista coletiva, o lateral Jeferson explicou o porquê dessa melhora defensiva. “O Professor Carpegiani tem uma cobrança muito forte em cima da equipe, de marcação, na parte da defesa. Com Mancini a gente tomou bastante gol, mas não estou dizendo que a culpa é dele, é nossa que jogamos. Com Carpegiani a gente parou de sofreu gol. O principal que ele conseguiu arrumar foi a marcação lá na frente. Querendo ou não, a marcação começa no ataque. A equipe toda está correndo”.

MELHORANDO AOS POUCOS

O lateral tem sido peça importante no esquema de PC Carpegiani (Foto: Divulgação/EC Vitória)
O lateral tem sido peça importante no esquema de PC Carpegiani (Foto: Divulgação/EC Vitória)

A estreia de Carpegiani não foi das melhores. Uma derrota por 3 a 0 para o Palmeiras fez com que o treinador promovesse algumas mudanças na equipe. Os jovens Léo Gomes, Léo Ceará e Lucas Ribeiro entraram de titular no duelo contra o Flamengo. O time perdeu por apenas 1 a 0 no Maracanã, mas em seguida engatou a ótima sequencia de quatro partidas sem perder e ser vazado.

“Subiram três jogadores. É importante ter jogadores da base no profissional. Toda a equipe deveria ter uns quatro ou cinco jogadores na base atuando no profissional. A gente fica feliz por isso, dando apoio. Essa transição não é fácil, ainda mais na situação que a gente estava vivendo, e eles aguentaram a pressão”, afirmou Jeferson.

PRÓXIMA PARTIDA
O próximo jogo do Leão da Barra é contra o Ceará, em confronto direto para se afastar mais ainda da zona de rebaixamento. A equipe baiana está, no momento, cinco pontos a frente do Sport, primeiro time do Z-4.

“Jogo muito difícil. A equipe deles vai querer vir para cima, fazer gol no começo do jogo. Ganhar dentro de casa, ganhar fora de casa. A gente tem que estar bem focado”, disse o lateral.

O duelo será neste sábado, às 16h, no estádio Castelão, em Fortaleza.

 
 
" />