Após derrota para o Coritiba, Jorginho deixa o comando do Vitória

Reunião entre diretor de futebol e vice-presidente do clube selou a saída do treinador

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 21 (AFI) – Após a derrota para o Coritiba por 2 a 0, nesta quarta-feira, pelo Campeonato Brasileiro, Jorginho deixou o comando do Vitória. O treinador foi demitido na madrugada desta quinta-feira depois de uma reunião Epifânio Carnerio, vice-presidente do clube, e Marcos Moura Teixeira, diretor executivo de futebol.

Tentando se recuperar na tabela, Epifânio Carneiro afirmou que o novo técnico deve ser anunciado na próxima segunda-feira. Assim, Carlos Amadeu deve treinar a equipe domingo, contra o Figueirense, no Barradão. Enderson Moreira, ex-técnico do Grêmio, é o preferido para assumir a equipe.

Jorginho deixou o Vitória após derrota para o Coritiba

Apesar da derrota, Jorginho concedeu entrevista coletiva normalmente após a partida e se mostrou tranquilo com relação à possibilidade de deixar o Vitória. O comandante chegou a comentar sobre Enderson Moreira e fez elogios ao profissional. Jorginho vinha sendo pressionado desde o último domingo, quando o Leão empatou, em casa, com a Chapecoense.

Outro nome que também surge com força em Salvador é o do experiente Vágner Benazzi. Além do histórico de acessos na carreira, nos últimos anos, o treinador tem se especializado em salvar clubes de rebaixamento. Recentemente, ele atacou de "milagreiro" na Portuguesa, no Botafogo-SP e no Atlético Sorocaba. Em 2011, ele já comandara o Leão na Série B.

"Milagreiro" Benazzi surge como opção no Vitória
Jorginho ficou menos de três meses no Vitória. Nesse período, comandou a equipe em 10 jogos, onde obteve duas vitórias, quatro empates e quatro derrotas. Ele deixa o Leão na penúltima posição do Campeonato Brasileiro com 15 pontos.

 
 
" />