Lateral-esquerdo e técnico discutem em treino do Vitória

O jogador não gostou de ficar no banco na partida diante do Corinthians

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 30 (AFI) - Os ânimos do Vitória parecem estar um pouco exaltados, isso porque nesta segunda-feira, durante a reapresentação do elenco, após a derrota para o Corinthians, por 2 a1, o técnico Toninho Cecílio e o lateral-esquerdo Egidio tiveram uma discussão, por conta de reclamações do jogador que não gostou de não ter jogado a partida.

Logo após o boato, o clube baiano publicou uma nota oficial em seu site, para esclarecer que não houve agressão durante a discussão. Na partida, o treinador escalou o zagueiro Gabriel que jogou improvisado na lateral, enquanto Egidio ficou no banco.

“O Vitória esclarece que ocorreu de fato uma discussão acalorada entre o técnico Toninho Cecílio e o lateral-esquerdo Egidio, na tarde desta segunda-feira. No entanto, em momento algum houve ameaça de agressão. Egidio não ficou satisfeito pelo fato de não ter atuado contra o Corinthians", dizia o comunicado no site.

O jogador repete a situação, pois em julho quando o técnico ainda era Ricardo Silva, reclamou de uma substituição e acabou sendo repreendido publicamente pelo treinador.