Série B: Zagueiro revela salário atrasado no Vila Nova e ordem de despejo

Diego Jussani falou do momento ruim do Tigre na temporada; clube foi rebaixado

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 28 (AFI) - O Vila Nova está em crise financeira e o reflexo foi o rebaixamento do clube à Série C do Campeonato Brasileiro. O zagueiro Diego Jussani revelou que o clube não paga salários desde setembro e ainda contou sobre ordem de despejo recebido por um de seus colegas de trabalho.

Diego Jussani falou sobre situação do Vila Nova - Wendell Pasquetto/Sagres On
Diego Jussani falou sobre situação do Vila Nova

“O último salário que recebemos foi o direito de imagem de setembro e tem mais alguns auxílios moradia atrasados também. É complicado trabalhar desse jeito. Eu já falei que quando você entra em campo você desliga totalmente, mas na hora que acaba o jogo vem tudo na cabeça. Quando você pega seu carro e vai para casa, vem o salário atrasado", afirmou o zagueiro, à Rádio Sagres.

"Teve jogador que foi para ser dispensado na casa dele, teve atleta que teve ordem de despejo. É complicado lidar com isso, tentamos administrar isso, acho que os mais experientes do grupo conseguiram minimizar para não passar para ninguém. Mas chega um momento que você tem que expor, tem que explicar porque é impossível acontecer uma situação dessa em pleno 2019”, completou.

O defensor, no entanto, acredita que a situação vai ser resolvida o quanto antes. Ele tratou de defender a diretoria do clube, mas salientou a dificuldade em arcar com as contas.

SÉRIE B
Na lanterna, com 36 pontos, o Vila Nova encerra participação na competição diante do Cuiabá no sábado, às 16h30, na Arena Pantanal.