Série B: Goleiro do Vila Nova recusa perder por causa de atraso salarial

Rafael Santos prometeu se doar para o Tigre derrotar o Cuiabá fora de casa

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 26 (AFI) - A situação do Vila Nova não é fácil. O clube goiano foi rebaixado à Série C e não consegue quitar os salários de jogadores e funcionários. Alguns com dois meses de atraso, como é o caso do goleiro Rafael Santos, um dos poucos jogadores poupados das críticas dos torcedores.

“Nunca entramos em campo para perder um jogo porque está com salário atrasado. Quero ganhar o último jogo mesmo rebaixado, imagina se estou preocupado com salário. O que o meu pai comer no interior eu como também, se tiver que fazer outra coisa no final do ano e jogar uma pelada para ganhar um dinheiro vou também, mas entrar em campo para perder um jogo porque tem salário atrasado?”, falou o atleta, à Rádio Sagres.

“Isso aí, eu, Rafael, nunca vai acontecer, porque já fiquei onze meses sem receber um salário e entrei dentro de campo para ganhar, imagina se ficar dois. Ainda mais sabendo das pessoas sérias que têm aqui que não vão nos deixar na mão, então estou bem tranquilo quanto a isso. Estou mais triste mesmo pelo que aconteceu esse ano, que infelizmente não volta mais atrás e o maior preço quem pagou foi o torcedor”, completou.

Rafael Santos falou sobre situação do Vila Nova - Divulgação Vila Nova FC
Rafael Santos falou sobre situação do Vila Nova

VILA NOVA

Há 12 jogos sem vencer, o Vila Nova aparece apenas na última colocação, com 36 pontos, já não mais podendo se salvar do rebaixamento. O último triunfo foi no dia 27 de setembro, no estádio do Café, contra o Londrina, por 1 a 0. A despedida será entre o Cuiabá no sábado, às 16h30, na Arena Pantanal.