Com time na degola da Série B, zagueiro acredita que falta fé para as coisas melhorarem

Vila Nova poderá terminar a rodada na lanterna da Série B, uma vez que Criciúma (30) e São Bento (28) ainda jogarão pela 32ª rodada

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 31 (AFI) - O Vila Nova está na zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro com 31 pontos em 32 rodadas. Os goianos somam apenas seis vitórias e já sofreram 13 derrotas. O Tigrão ainda tem a pior campanha como mandante e uma vitória em casa. O jejum colorado chega a sete jogos, com três empates e quatro derrotas. Mesmo diante de tudo isso, o zagueiro Wesley Matos acredita que falta só fé ao Vila Nova para sair desta situação.

"Nosso ambiente é muito bom. Parece e pode até ser loucura da minha parte, mas parece que o problema do Vila é espiritual, porque não tem lógica. Nós batalhamos, a torcida é uma torcida que sofre e que é carente de conquista – mas as coisas não acontecem. Damos a vida e entra ano e sai ano, são dois anos batendo na trave para subir, esse ano essa dificuldade para deixar a zona do rebaixamento", disse ele.

Falta fé, Wesley Matos? (Foto: Divulgação)
Falta fé, Wesley Matos? (Foto: Divulgação)
O Vila Nova poderá terminar a rodada na lanterna da Série B, uma vez que Criciúma (30) e São Bento (28) ainda jogarão pela 32ª rodada. O Tigrão está a cinco pontos do primeiro rival fora da degola.

"Parece que o problema aqui é espiritual e parece que temos que exercer mais a fé para que possamos conquistar o impossível", completou.

Derrotado em casa pelo Brasil, o Vila Nova voltará a campo na terça-feira para fazer o duelo direto ante o Figueirense, às 20h30, no Estádio Orlando Scarpelli, pela 33ª rodada.